Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/35933

TitleResearch based spin-offs: determinants of strategies and performance
Author(s)Conceição, Oscarina
Advisor(s)Faria, Ana Paula
Fontes, Margarida
Issue date18-Jul-2014
Abstract(s)Research-based spin-offs have become an important research subject, given their role as technology transfer mechanisms. They have been found to have a significant economic impact, both on the parent organisation and on regional and national development. This thesis is particularly concerned with three key aspects of RBSO behaviour. The first study analyses the determinants of the variation on the RBSOs creation across regions. Using a unique self-collected dataset on the population of RBSOs created in Portugal between 1979 and 2007, it investigates the intensity of spin-off formation across regions, focusing on the characteristics of the region where the spin-off is created and those of universities located in the region. The results indicate that the quality and prestige of the universities, and the presence of university-affiliated incubators or research parks, on the one hand, and regional characteristics such as the availability of qualified human capital and regional demand size, on the other hand, influence the intensity of RBSO creation. The second study analyses the survival of the population of Portuguese RBSOs, from its inception in 1979 until 2007, also using a unique data set. It investigates the role of three types of effects on firm’ survival: founding conditions, parent organisation characteristics and characteristics of the region. The results show that start-up size, firm age, parent reputation and region characteristics are key determinants of RBSOs survival The third study addresses the commercialisation decisions of RBSOs. Using cross-country data collected on the basis of questionnaire-based interviews, it focuses on the case of companies that target the market for technologies and investigates the conditions that influence the decision to adopt and the ability to pursue with this commercialisation strategy. The results suggest that these are determined by: the novelty of the technology being commercialised and the capacity to protect it since start-up; the situation in terms of access to downstream complementary assets, in particular the extent to which incumbent companies control those assets; the competence mix of the founding team. The research also calls the attention to the impact of early decisions, which can constrain firms’ subsequent behaviour by reducing the margin for future choices. The results from these studies provide some new insights into three important aspects of RBSOs behaviour – formation, strategy formulation and survival – highlighting conditions that enable them to perform a role in economic development. They offer some theoretical and empirical contributions to the literature on RBSOs and can also provide some guidelines for the formulation of more adequate policies to support RBSO development.
As empresas spin-offs de investigação tornaram-se um importante objecto de pesquisa, dada a sua função enquanto de mecanismos de transferência de tecnologia, que lhes confere um papel significativo, quer ao nível da instituição de origem, quer em termos de desenvolvimento económico regional e nacional. Esta tese incide em três aspectos fundamentais do comportamento dos spin-offs. O primeiro estudo analisa os determinantes da variação na criação de spin-offs entre regiões. A partir de uma base de dados única da população de spin-offs criados em Portugal entre 1979 e 2007, investiga o impacto das características da região e das características das universidades localizadas nessa região na intensidade de spin-offs aí criados. Os resultados apontam para o papel da qualidade e prestígio das universidades, da presença de incubadoras e/ou parques de ciência e tecnologia, bem como de características regionais, como a disponibilidade de capital humano qualificado e a dimensão da procura regional. O segundo estudo analisa os determinantes da sobrevivência da população de spin-offs portuguesas, desde 1979 até 2007, também a partir de uma base de dados única. É investigado o papel das condições de criação, das características da instituição de origem e das características da região. Os resultados mostram que a dimensão da empresa à data de criação, a idade, a reputação da instituição de origem e as características da região são os principais determinantes da sobrevivência das empresas spin-offs. O terceiro estudo aborda as decisões de comercialização das empresas spin-offs. Usando dados internacionais recolhidos através de entrevistas baseadas em questionário, aborda o caso das empresas que têm como alvo o mercado de tecnologias e investiga as condições que influenciam a decisão de adoptar e a possibilidade de prosseguir esta estratégia. Os resultados apontam para: a novidade da tecnologia comercializada e a capacidade de a proteger; as condições de acesso a activos complementares, nomeadamente o grau controlo destes por incumbentes; o mix de competências da equipa fundadora. Também é realçado o impacto das decisões iniciais, que podem reduzir a margem para escolhas futuras. Os resultados destes estudos oferecem contributos teóricos e empíricos para três aspectos chave do comportamento das empresas spin-offs – criação, formulação de estratégia e sobrevivência - com destaque para as condições que lhes permitem desempenhar um papel no desenvolvimento económico. Também fornecem algumas pistas para a formulação de políticas mais adequadas para apoiar o desenvolvimento deste grupo de empresas.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de doutoramento em Economia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/35933
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
EEG - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Oscarina Susana Vilela da Conceição.pdf3,85 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID