Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/35731

TitleContributo das analogias para a aprendizagem do tema ligação química: avaliação de uma intervenção pedagógica no 9º ano de escolaridade
Author(s)Pinto, Sandrina da Mota Bergueira Onofre
Advisor(s)Afonso, Ana Sofia
Leite, Laurinda
Issue date2014
Abstract(s)A Ligação Química é um tema abordado no 9º ano de escolaridade que é considerado, por vários autores, fundamental na aprendizagem da Química. Este tema apresenta grande complexidade, essencialmente pelo grau de abstração que os conceitos a ele associados evidenciam, pelo que muitos alunos sentem dificuldades na sua aprendizagem. Assim, este tema apresenta grande potencial para gerar, nos alunos desta faixa etária, conceções alternativas, se não for devidamente lecionado. Vários autores têm vindo a propor alternativas à abordagem tradicional e a evidenciar o uso de recursos didáticos que promovam e facilitem a compreensão dos vários conceitos abstratos associados a este tema. É neste contexto que se insere o trabalho apresentado neste Relatório, que consiste na conceção, implementação e avaliação de uma intervenção pedagógica, centrada no tema Ligação Química, da disciplina de Ciências Físico-Químicas do 9º ano de escolaridade, numa escola de Ensino Básico de Braga. A Intervenção decorreu no ano letivo de 2012/2013, numa turma com 23 alunos, com idades compreendidas entre os 14 e os 16 anos. Caracterizada pela exploração e construção de analogias, numa perspetiva socio-construtivista, esta intervenção baseou-se numa abordagem que pressupõe, inicialmente, a compreensão dos fundamentos da ligação química para, posteriormente, analisar a estrutura e as propriedades das substâncias. Antes da intervenção, foi aplicado aos alunos da turma um questionário, de modo a inferir sobre os seus conhecimentos acerca do modelo atómico. Em dois momentos diferentes, após algumas aulas e no fim da intervenção, foi aplicado um questionário aos alunos, de modo a analisar as suas opiniões sobre o uso de analogias. No final da intervenção foi aplicado, aos alunos, um questionário, com vista a avaliar os seus conhecimentos sobre Ligação Química, bem como a inferir sobre a evolução do modelo atómico que perfilham. De um modo geral, os resultados obtidos sugerem que as analogias constituíram um recurso didático adequado, uma vez que contribuíram para a aprendizagem dos alunos nos vários conceitos associados ao tema Ligação Química. Embora alguns alunos tenham referido algumas dificuldades na exploração e construção de analogias, todos eles valorizaram o uso deste recurso didático, pelo seu caráter facilitador da compreensão concetual, bem como pelas suas potencialidades, motivadoras e estimuladoras da aprendizagem.
Chemical Bonding is a curriculum theme that is supposed to be taught to 9th grade students. Several authors argue that it is a key theme in Chemistry learning. However, they recognize that it is also a complex and difficult theme from student’s point of view, due to the high level of abstraction of most of its concept. Hence, it may be expected that students develop alternative conceptions related to those concepts, unless appropriate care is taken during teaching. Therefore, several authors have both argued against the traditional way of teaching about chemical bonding and emphasised the worth of using teaching resources able to facilitate the understanding of the concepts related to the theme under question. Thus, the work reported in this Teaching Practice Report focuses on the implementation and evaluation of a pedagogical intervention centred on the Chemical Bonding theme, and carried out within the scope of the Physical Sciences school subject. The intervention took place in a basic school, in Braga, during the academic year of 2012/2013. The target group was a 9th grade team with 23 students, aged 14 to 16 years. The focus of the intervention was the exploration and the production of analogies, consistently with a socio-constructivist perspective. The intervention started by approaching the main chemical bonding concepts so that, as soon as students could reach an appropriate understanding of them, they could be used to analyse and explain the structure and the characteristics of the substances. Data were collected on students’ science knowledge and opinions. Thus, before the intervention, students were asked to answer to a questionnaire in order to find out about the atomic model they hold. A few classes after the beginning of the intervention and again at the end of it, students were asked to answer to questionnaires on their opinions on the use of analogies for learning chemistry. After the intervention, students were asked to answer to another questionnaire on Chemical Bonding conceptions. This questionnaire was expected to provide data on students’ evolution with regard to the atom model as well. In the overall, results suggest that analogies were a valuable teaching resource as they made a positive contribution to students’ learning about concepts related to Chemical Bonding. Even though some students mentioned that they felt it difficult to explore and produce analogies, all of them valued analogies as a teaching resource, as they felt that analogies have facilitated conceptual understanding and increased their motivation for learning Chemistry.
TypeMaster thesis
DescriptionRelatório de estágio de mestrado em Ensino de Física e Química no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário
URIhttp://hdl.handle.net/1822/35731
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sandrina da Mota Bergueira Onofre Pinto.pdf3,33 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID