Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/35661

TitleA população da vila de Chaves entre 1780 e 1880
Other titlesThe population of town of Chaves between 1780 and 1880
Author(s)Faustino, José Alfredo Paulo
Advisor(s)Santos, Carlota
Amorim, Maria Norberta Simas Bettencourt
KeywordsDemografia
População
Sociedade
Chaves
Trás-os-Montes
Demography
Population
Society
Issue date26-Sep-2014
Abstract(s)No presente estudo analisamos a evolução dos comportamentos demográficos de uma paróquia urbana de Trás-os-Montes, antiga praça militar, encostada à Galiza, a vila de Chaves, entre 1780 e 1880. Na sua realização, servimo-nos das fontes paroquiais (registos de batizados, casamentos e óbitos), que se encontram no Arquivo Distrital de Vila Real. Por sua vez, a metodologia de «Reconstituição de Paróquias» permitiu-nos organizar a informação proveniente dos atos paroquiais numa “base de dados” demográfica, em encadeamento genealógico, dos residentes na vila de Chaves. A partir desta “base de dados”, observamos a evolução das diferentes variáveis demográficas da nupcialidade, fecundidade e mortalidade, bem como as suas influências no equilíbrio populacional num determinado nível de crescimento. Chaves, como importante centro urbano de Trás-os-Montes, nos séculos XVIII e XIX, possuía um apreciável dinamismo económico e social, marcado por intensos fluxos de pessoas e de bens, provenientes das demais terras transmontanas e minhotas, bem como da Galiza. Por outro lado, a sua posição estratégica de terra fronteiriça no norte do país levou-a a aquartelar regularmente mais de 2000 indivíduos militares, com notável interferência na demografia local. Todos estes fatores transformaram este velho burgo num espaço convergente das mais variadas gentes, cujos passos mais significativos ficaram registados nos distintos atos paroquiais, sobretudo por ocasião do casamento e do óbito. Na verdade, é muito significativa a influência da mobilidade geográfica nos demais comportamentos sociodemográficos. O seu estudo, à falta de fontes específicas, levou-nos à sua abordagem de forma indireta, com base nas «entradas» no momento da celebração do matrimónio e na residência do indivíduo por altura do óbito. O estudo da mortalidade foi também afetado pela falta de registo sistemático de mortalidade dos menores de sete anos, até 1850, inviabilizando, assim, a abordagem longitudinal dos níveis de mortalidade e da esperança de vida dos flavienses. Já a análise da mortalidade dita de crise, considerada por alguns como variável reguladora da demografia do Antigo Regime, mereceu-nos especial destaque, acabando por revelarnos traços específicos da história desta população. Este estudo evidencia um «sistema» demográfico caracterizado por uma idade precoce ao primeiro casamento, tanto para as mulheres como para os homens, um persistente celibato definitivo, elevados intervalos protogenésico médio e intergenésicos, e, consequentemente, baixas taxas de fecundidade legítima, a contrastar com uma elevada ilegitimidade e um grande número de crianças enjeitadas. Simultaneamente comparámos os diversos indicadores obtidos de cada variável com outros de paróquias já estudadas, entre elas, a rural de Calvão, deste concelho, e a urbana de Guimarães.
This study analyzes the evolution of the demographic behavior of an urban parish of Trás-os-Montes, a former military square, bordering Galicia, the town of Chaves, between 1780 and 1880. In this process, we used the parish sources (records of baptism, marriage and death), which are stored in the District Archives of Vila Real. In turn, the methodology of 'Reconstitution of Parishes' enabled us to organize the information acquired from the parochial registries in a demographic "database", using genealogical patterns of the residents in the town of Chaves. From this "database", we observe the evolution of the different demographic variables of nuptiality, fertility and mortality, as well as their influences on population equilibrium at a certain level of growth. As an important urban center of Trás-os-Montes in the eighteenth and nineteenth centuries, Chaves had a desirable economic and social dynamism, characterized by the intense flow of people and goods coming from other parts of Trás-os-Montes, from Minho, and even from Galicia. Moreover, its strategic borderland position in the northern part of the country, regularly accommodated over 2000 military personnel who had a remarkable impact in local demographics. All these factors have transformed this old burg in a converging place of the most diverse people whose significant milestones were recorded in distinct parochial registries, mainly on the occasion of marriage and death. In fact, the influence of geographical mobility is very significant in all other socio-demographic behaviors. The lack of the existence of specific sources presented us with an indirect approach to its study which was based on ‘entries’ at the time of celebration of marriage and at the individual's place of residence at the time of death. The study of mortality was also affected by the lack of a systematic recording of the mortality of children under seven years of age, until 1850, thus precluding the longitudinal approach of the levels of mortality and life expectancy of ‘flavienses’. However, the analysis of the actual mortality crisis, considered by some as the regulatory variable of the demographics of the Old Regime, deserved our special mention, eventually revealing the specific features of the history of this population. This study provides evidence of a demographic 'system' characterized by an early age at first marriage for both women and for men, a persistent definitive celibacy, increased medium protogenesic and intergenesic intervals, and consequently, low rates of legitimate fertility, contrasting with a high rate of illegitimacy and a large number of illegitimate children. Simultaneously, we compared the various indicators obtained from each variable with other parishes already studied, among which, rural Calvão of this county, and urban Guimarães.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de doutoramento em História (ramo de conhecimento em Demografia Histórica)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/35661
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
CECS - Teses de doutoramento / PhD theses
DH - Teses de Doutoramento/PhD Theses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
José Alfredo Paulo Faustino.pdf5,06 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID