Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/35409

TitleDeterminação de hidrocarbonetos aromáticos policíclicos em águas superficiais e sedimentos
Author(s)Simões, Beatriz Barata
Geraldo, M. Dulce
Oliveira, César João Santos
KeywordsHidrocarbonetos aromáticos policíclicos
Águas superfíciais e sedimentos
Issue date2012
Abstract(s)Os Hidrocarbonetos Aromâticos Policíclicos (PAHs) presentes no ambiente são uma classe de contaminantes que pode ter a sua origem em diversas fontes como resíduos industriais, a queima de combustíveis fósseis ou processos de incineração. Dado acarretarem importantes riscos para a saúde quando presentes em quantidades execessivas, vários organismos reguladores, como o governo português, criaram legislação definindo os valores máximos de concentração de PAHs no ar, solos e recursos aquáticos. Para se garantir o total cumprimento da legislação em vigor torna-se necessário a implementação de métodos e processos de monitorização contínua. Ao serviço do analista existem diferentes métodos que podem ser utilizados na extração de PAHs de amostras de sedimentos ou de águas, sendo a utilização do método dependente do tipo de amostra a que são aplicados. Por exemplo, no caso das amostras líquidas o método mais usual é a extração líquido-líquido, por ser um método simples e apresentar eficiências adequadas. No entanto, outros métodos como a microextração de fase líquida ou a extração assistida por micro-ondas têm também sido aplicados a este tipo de amostras. No caso das amostras sólidas a extração Soxhlet e a agitação por ultra-sons são as técnicas mais utilizads. Após extração, as soluções que contêm os PAHs são geralmente analisadas através de uma técnica cromatográfica como a cromatografia líquida de alta performance (HPLC) ou a cromatografia gasos (GC) acoplada a um detetor de espetrometria de massa, fluorimétrico ou de Iorização de chama. Outros métodos de análise como a electrocromatografia capilar ou os ensaios imunológicos não estão tão difundidos, estando ainda no início a sua aplicação na análise de PAHs. De forma a possibilitar uma monitorização mais eficiente destes poluente é premente que ocorra uma evolução das técnicas, tanto de extração como de análise, para que se aumente a sua precisão e exatidão. É neste sentido que se tem explorado a utilização de técnicas multidimensionais ou multicomponente. Uma correta implementação destas técnicas permitirá uma avaliação rápida e eficaz dos níveis de PAHs nos sedimentos e águas superficiais de forma a dar respostas às reais necessidades de controlo ambiental.
TypeAbstract
URIhttp://hdl.handle.net/1822/35409
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CDQuim - Comunicações e Proceedings

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Beatriz II ETCAQ.pdfAbstract75,03 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID