Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/35292

TitleOs média na contemporaneidade: da promessa de emancipação histórica à sua ruína
Author(s)Martins, Moisés de Lemos
Editor(s)Lopes, Immacolata
Leto, Margarita
KeywordsTeoria dos média
Racionalidade argumentativa
Tecnologia e estetização
Modernidade e crise
Imaginário melancólico
Walter Benjamin
Media theory
Argumentative rationality
Technology and aestheticisation
Modernity and crisis
Melancholic imaginary
Issue date2015
PublisherUniversidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes (ECA-USP)
Abstract(s)Continuam os média a manter um vínculo com o desenvolvimento da cidadania? E, se for o caso, como é que se articulam com as esferas de poder? São estas as duas principais questões a que procuro responder neste artigo, articulando os média com aquilo a que chamo de crise da modernidade, um processo que decorre da atual aceleração e mobilização tecnológicas. Privados de normas universais que nos destinem, e andando o Mercado, assim como o Estado, num torvelinho vão para as substituírem, passamos a viver um tempo em que os média não podem deixar de dizer a crise desta época, embora também não possam deixar de figurar o horizonte de uma comunidade partilhada, que sonhe com a redenção do humano. Fazendo um exercício que traz a debate algumas das principais teorias sobre os média, interrogo, por outro lado, as consequências para a cultura do atual movimento de estetização do mundo, um processo que compreende a produção de um imaginário melancólico e, ao mesmo tempo, a regressão da racionalidade argumentativa.
Is there still a link between the media and the development of citizenship? If that is the case, how do they operate and interact with the echelons of power? These are the two main issues that I will address in this paper, articulating the media with what I term the crisis of modernity, a process deriving from the current technological acceleration and mobilisation. In the absence of universal standards to guide us, and with the Market as well as the State in pointless turmoil trying to replace them, we are living in a time in which the media cannot but reflect the current crisis but they can also constitute the horizon of a shared community dreaming of the redemption of the human. Engaging in a discussion that brings to the fore some of the main theories on media, I also question the consequences for culture of the current aestheticisation of the world, a process which involves the creation of a melancholic imaginary and, simultaneously, the decline of argumentative rationality.
TypeBook part
URIhttp://hdl.handle.net/1822/35292
ISBN978-85-7205-130-9
AccessOpen access
Appears in Collections:CECS - Livros e capítulo de livros / Books and book chapters

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MLM_media_contemporaneidade.pdfCapítulo de livro623,38 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID