Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/351

TitleAs tecnologias de informação e a construção de realidades de trabalho inovadoras
Author(s)Ramos, Isabel
Carvalho, João Álvaro
Issue date2003
CitationSIMPÓSIO SOBRE COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL, 5, Braga, 2002. [S.l. : Associação Portuguesa de Psicologia, 2002].
Abstract(s)As aplicações das Tecnologias de Informação (TI) são normalmente usadas para apoiar aspectos estruturais da organização, tais como missão, estratégia, objectivos, tarefas, processos, responsabilidades, coordenação e controlo das actividades, partilha de recursos, níveis de gestão, tomada de decisão, etc. Acredita-se que estes são aspectos objectivamente identificáveis e, portanto, podem ser analisados e medidos. Por esta razão são objecto de estudo preferencial quando se trata de adoptar ferramentas para resolver problemas organizacionais. No entanto, a complexidade dos processos organizacionais, e a importância da experiência individual e das interacções humanas no condicionamento das percepções tem vindo a realçar a necessidade de considerar uma maior diversidade de aspectos organizacionais bem como estruturar o processo de adopção das aplicações das TI por forma a facilitar a dinâmica própria dos processos de transformação. Na continuação desta tendência, este artigo apresenta e analisa um caso de inovação do ambiente de trabalho suportada pela utilização de uma aplicação das TI. A utilização da aplicação estava a ser efectuada de forma implícita e sem o apoio formal da gestão de topo. O gradual desenvolvimento daquela aplicação era liderado por um agente organizacional com grande influência carismática. A transformação de conceitos e práticas de trabalho era orientada por interesses pessoais e de grupo. O sucesso das transformações pretendidas dependia do sucesso das movimentações políticas levadas a cabo pelo líder no processo. No final, a transformação revelou-se bem sucedida em termos políticos tendo, no entanto, o seu líder optado por introduzir poucas alterações nas práticas de trabalho geralmente consideradas como insatisfatórias. O artigo termina realçando a importância de considerar que as realidades de trabalho têm uma natureza multi-dimensional, pelo que é útil considerar os aspectos estruturais, sociais, políticos e simbólicos quando se pretende fazer a adopção de uma aplicação das TI que introduza alterações relevantes nas práticas e conceitos de trabalho. É ainda realçado que as realidades de trabalho estão constantemente sujeitas à acção combinada de processos sociais de transformação, muitas vezes a decorrer a um nível implícito e sem que os agentes organizacionais que os sustentam tenham plena consciência dos efeitos da sua própria acção. Assim, torna-se cada vez mais importante que as aplicações das TI possuam uma estrutura suficientemente flexível para se poder adaptar a essas transformações.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/351
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CAlg - Artigos em livros de atas/Papers in proceedings
DSI - Engenharia e Gestão de Sistemas de Informação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VSimposioA_IsabelRamos.pdf78,18 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID