Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/33811

TitleConfigurações da distinção escolar nos planos nacional e internacional
Author(s)Torres, Leonor Lima
Quaresma, Maria Luísa
KeywordsExcelência escolar
Distinções
Issue dateDec-2014
PublisherUniversidade do Porto. Faculdade de Letras (FLUP)
Abstract(s)A escola pública vive, atualmente, imersa na tensão entre os seus propósitos democráticos e igualitários e as demandas de uma sociedade assente nos ideais do mérito e da seletividade. Num contexto de competitividade escolar e laboral e de crescente valorização da performance individual, as escolas públicas têm vindo a consagrar, nos seus projetos educativos, instrumentos e/ou momentos de consagração pública dos alunos que se destacam quer do ponto de vista académico, quer em outras dimensões da formação humana (como seja a solidariedade ou o companheirismo ou o envolvimento em projetos cívicos e sociais). A par desta tendência de contornos globais, multiplicaram-se as investigações sociológicas sobre o fenómeno da meritocracia, com uma expressiva intensidade no contexto da realidade francesa (cf., por exemplo, Lahire, 1995; Cousin, 1998; Duru-Bellat, 2006, 2009; Tenret, 2011; Daverne e Dutercq, 2013), da sociedade brasileira (Nogueira, 2004; Vasconcelos, 2006; Brandão, 2007), bem como noutros contextos europeus e americanos. Em Portugal, os estudos produzidos sobre este fenómeno são ainda embrionários e parciais, muito embora se assista a um crescente interesse e reflexão sobre esta realidade (Torres & Palhares, 2014). Nesta comunicação propomo-nos fazer um mapeamento dos rituais de distinção das escolas públicas portuguesas com base nos dados recolhidos a nível nacional pela equipa do projeto Mais e Melhor Escola: A excelência académica na escola pública portuguesa (PTDC/IVC-PEC/4942/2012). Este projeto tem por objetivo analisar o processo de construção da excelência na escola pública, apoiando-se, numa primeira fase, num estudo extensivo dos rituais de distinção adotados pelas organizações escolares e, numa segunda fase, na realização de quatro estudos de caso em escolas/agrupamentos consideradas de excelência que contem com algum instrumento de consagração do mérito. Apresentaremos, nesta comunicação, os resultados parciais da primeira fase desta pesquisa que teve, como principal técnica de recolha de dados, a consulta das páginas de internet das escolas/agrupamentos com ensino secundário, dos seus documentos orientadores (Projetos Educativos, Regulamentos Internos, Projetos de Intervenção dos Diretores) que, posteriormente, foram alvo de uma análise de conteúdo. No sentido de contextualizar Portugal no panorama internacional – uma vez que a demanda da excelência ultrapassa fronteiras –, apresentaremos o levantamento por nós levado a cabo das distintas configurações de distinção escolar num conjunto de países europeus (como França, Inglaterra, Itália) e americanos (como Estados Unidos e Brasil). A diversidade das nomenclaturas e das formas de distinção que surgem no panorama internacional são visíveis, também, no contexto escolar português, como a nossa pesquisa de terreno deu provas. Como apontam as conclusões preliminares de uma consulta exaustiva aos documentos estruturantes das instituições com ensino secundário, a quase totalidade delas (86%) apresentam algum tipo de mecanismos de distinção ou de reconhecimento público do mérito. Contudo, nem a sua configuração nem os critérios de seleção apresentam um caracter de uniformidade, o que nos aponta para a existência de distintas conceptualizações de excelência – de cariz mais ou menos multidimensional – e, assim, para a existência de margens de liberdade de cada escola em definir o seu critério de sucesso. Num sistema educativo claramente centralizado como é o português, não deixa de ser surpreendente a variedade de configurações dos instrumentos de distinção: Quadro de Honra, Quadro de Excelência, Prémio de Melhor Aluno, Bolsa de Mérito ou Quadro de Valor são algumas das nomenclaturas dos mecanismos de consagração adotados pelas escolas portuguesas e que, dependendo de cada contexto organizacional, podem cingir-se ou à dimensão académica (resultados) ou à “adesão a valores”, ou ainda combinar ambos.
TypeConference paper
DescriptionPublicado em "Entre a crise e euforia: práticas e políticas educativas no Brasil e em Portugal", ISBN 978-989-8648-40-2
URIhttp://hdl.handle.net/1822/33811
Publisher versionhttp://ler.letras.up.pt/site/default.aspx?qry=id022id1450&sum=sim
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEd - Capítulos de Livros / Book chapters

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Texto - EBook Porto.pdf515,64 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID