Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/337

TítuloFinancial reporting of environmental performance: the portuguese case
Autor(es)Rodrigues, Lúcia Lima
Oliveira, Lídia
Menezes, Carlos
Palavras-chaveContabilidade Ambiental
Relato Financeiro
Empresas Portuguesas
Environmental Accounting
Financial Reporting
Portuguese Listed Companies
DataDez-2002
EditoraUniversidade do minho. Núcleo de Estudos em Gestão (NEGE)
Resumo(s)O grande desafio que se coloca hoje em dia à Humanidade é o de ser capaz de conciliar crescimento económico com preservação ambiental. Nenhuma empresa pode ignorar as suas relações com o meio ambiente e as empresas estão a incorporar procedimentos para, por exemplo, reduzirem a emissão de efluentes e, fazerem reciclagem de materiais. Sabendo que o relato financeiro permite responsabilizar a empresa perante os utilizadores externos da informação contabilística, coloca-se a questão de sabermos até que ponto as empresas portuguesas relatam o seu desempenho ambiental. Esta questão torna-se mais pertinente quanto sabemos que o Plano Oficial de Contabilidade (POC) português não faz referência de uma forma explícita às questões ambientais, designadamente, não prevê contas específicas, nem qualquer tipo de divulgação dos riscos e custos ambientais. Nesta comunicação, depois de efectuarmos uma revisão da literatura, procedemos à análise dos "Relatório e Contas" de todas as empresas cotadas na Bolsa de Valores de Lisboa (BVL), em 2000, com vista a avaliarmos o nível de relato financeiro do desempenho ambiental que é feito actualmente em Portugal.
The major challenge mankind faces today is that of adjusting economic growth with environment preservation. No company can ignore its relations with the environment and, for that reason, most of them are introducing procedures, for example, to reduce the effluent emissions and to recycling materials. Bearing in mind the fact that the financial reporting allows external users of accounting information to hold companies responsible for their actions, there is the question of how far Portuguese companies go in reporting their environmental performance. This question becomes more pertinent when we know that the Portuguese Official Accounting Plan (POC) does not refer explicitly environmental issues, namely, it does not include neither specific accounts, nor any kind of disclosure of environmental risks and costs. In this communication, after revising the existing literature, we will proceed to analyse the Financial Reports of all companies listed in the Lisbon Stock Exchange in 2000, attempting to evaluate the level of environmental reporting included in the financial reporting, in Portugal, at present.
TipoworkingPaper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/337
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:NEGE - Working Papers (Documentos de Trabalho)
iMARKE - Documentos de Trabalho / Working Papers

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
luciarodrigues7.pdf904,29 kBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis