Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/33414

TitleComparação de escalonamento num ambiente de linha de produção hibrida com um ambiente de linhas de produção paralelas : um caso industrial
Other titlesScheduling in product oriented manufacturing systems comparing hybrid flowshop with parallel-machine flowshop : an industrial study
Author(s)Costa, Natália Maria Lemos Costa
Advisor(s)Varela, Maria Leonilde Rocha
KeywordsEscalonamento
Heurísticas
Linha de fabrico híbrida
Linhas de fabrico paralelas
Makespan
Scheduling
Heuristics
Hybrid flow shop
Parallel flow shop
Makespan
Issue date2014
Abstract(s)O escalonamento é uma das decisões mais importantes nos sistemas de controlo de produção. Nesta dissertação foram exploradas diferentes abordagens para o escalonamento de trabalhos com duas fases, nomeadamente em duas configurações diferentes de sistemas de produção orientados ao produto: linha de fabrico híbrida (hybrid flow shop - HFS) e linhas de fabrico paralelas (parallel flow shop - PFS). Foi analisado um caso prático da indústria de componentes automóveis e comparada a resolução do problema no cenário de HFS com o cenário de PFS em termos de instante máximo de conclusão dos trabalhos no sistema (makespan - Cmax), assim como outras medidas de desempenho. Os resultados permitiram concluir que o cenário HFS, em geral, permite obter resultados de desempenho consideravelmente melhores que o cenário PFS, quando não existem restrições associadas. No caso de existirem tempos de transporte entre máquinas iguais a 2 minutos, o cenário PFS apresenta um melhor desempenho.
Scheduling is one of the most important decisions in production control systems. This study explores different approaches for scheduling two stage jobs in two configurations of product oriented manufacturing systems, namely an hybrid flow shop (HFS) and the parallel flow shops (PFS). An industrial case is analyzed from the automotive components industry. The HFS problem resolution is compared with the PFS one in terms of makespan (Cmax) and other performance measures. The results allowed the conclusion that the HFS generally performs considerably better than the PFS when there are no constraints. However, when there are transportation times between machines equal to 2 minutes, the PFS presents better results than the HFS.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação mestrado em Engenharia Industrial (área de especialização em Gestão Industrial)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/33414
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
DPS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Natália Costa_2014.pdf1,32 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID