Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/33412

TitleEvidências & intervenção avançada em feridas: da investigação à prática clínica
Author(s)Pereira, Rui Pedro Gomes
Cainé, João
Rito, Maria
KeywordsIntervenção avançada em feridas
Prática de enfermagem baseada na evidência
Revisão sistemática da literatura
Issue dateOct-2013
Abstract(s)Introdução: No cuidado à pessoa com feridas, impõe-se uma prática baseada em evidências. No âmbito do Curso de Formação Especializada em Intervenção Avançada em Feridas dinamizado pela Escola Superior de Enfermagem da Universidade do Minho, foram solicitadas a todos os enfermeiros (alunos do curso), o desenvolvimento de uma revisão sistemática de literatura (RSL) subordinado a temáticas associadas ao cuidado avançado de pessoas com feridas. Na presente comunicação, pretendemos sistematizar, enquanto enfermeiros e docentes da Unidade Curricular: “Evidência e Investigação em Feridas”, responsáveis pela orientação destas RSL, os principais resultados e conclusões obtidos nas revisões realizadas nas duas primeiras edições do curso. Metodologia: Optou-se por uma revisão de todos os trabalhos entregues e selecionados num total de oito (8). Os critérios de revisão foram os mesmos utilizados aquando da solicitação inicial das RSL, a saber: Formular uma pergunta que pertinente no contexto da prática clínica (Modelo PICOD); Relatar as estratégias de pesquisa da evidência empírica; Fazer uma revisão crítica dos artigos selecionados como mais relevantes incluindo: revisões sistemáticas da literatura, normas de orientação clínica [Guidelines] e estudos de investigação primária); Decidir qual a melhor evidência face à pergunta formulada, para implementar na prática clínica (implicações para a prática); Resultados: As questões formuladas e que orientaram as revisões foram as seguintes: Qual a efetividade da aplicação tópica dos ácidos gordos hiperoxigenados como medida preventiva de úlceras de pressão (UP) em pessoas com risco de desenvolvimento de UP? Em utentes com feridas crónicas, qual a eficácia da lavagem com água potável corrente vs. soro fisiológico? Qual o efeito no processo de cicatrização, das alterações de temperatura no leito da ferida, durante a realização do tratamento em pessoas com úlcera de perna de etiologia venosa? Como podem os enfermeiros promover a adesão ao uso de meias de compressão enquanto medida de prevenção da recidiva em clientes com antecedentes de úlcera venosa? No que se relaciona com o diagnóstico diferencial em utentes com úlcera de perna é mais vantajoso avaliar a perfusão arterial periférica com doppler manual ou com oxímetro de pulso? Como é que os biofilmes interferem na cicatrização das feridas crónicas? Qual o risco de infeção face à utilização de penso oclusivo em pessoas com feridas cirúrgicas (decorrentes de cirurgias limpas, limpas-contaminadas e programadas) em comparação com a técnica de penso não oclusivo, 48 horas após cirurgia? Em doentes portadores de feridas crónicas qual a diferença no tempo médio de cicatrização / diminuição das dimensões da ferida na aplicação de Terapia por Pressão Negativa comparativamente ao Tratamento em Meio Húmido? Conclusão: Os diferentes trabalhos de revisão agora submetidos a uma meta-revisão revelam informação clinicamente relevante que deve ser acessível a todos os que exercem prática clínica, cuidando de pessoas com feridas. Defender uma efetiva prática baseada em evidências, significa ir ao encontro da obrigação social da enfermagem enquanto disciplina e profissão, alicerça a sua credibilidade entre as ciências da saúde e sustenta eventuais mudanças incluindo ao nível da decisão em saúde.
TypePoster
DescriptionPóster apresentado no Congresso Insular de Enfermagem Açores - Madeira, 2013
URIhttp://hdl.handle.net/1822/33412
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:ESE-CIE - Comunicações / Communications

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Poster Açores 2013.pdfPoster CIAM - 20131,2 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID