Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/33374

TitleViolência no trabalho: violência dos utentes dos lares para com os profissionais prestadores de cuidados
Other titlesViolence at workplace: violence of nursing homes resident against nursing assistent
Author(s)Ribeiro, Andreia Filipa Martins
Advisor(s)Arezes, P.
Silva, Isabel Maria Soares da
KeywordsViolência no trabalho tipo II
Lares de idosos
Caracterização
Factores de risco
Intervenção
Violence in type II work
Nursing homes
Characterization
Risk factors
Intervention
Issue date2014
Abstract(s)O presente estudo contribui para a caracterização do fenómeno da violência dos utentes institucionalizados nos lares face aos profissionais que lhes prestam cuidados, tendo por base uma amostra constituída maioritariamente por auxiliares de geriatria. O estudo baseou-se numa metodologia mista, com a realização de entrevistas com o objectivo de explorar a problemática da violência no trabalho neste tipo de contexto laboral, assim como as estratégias de intervenção usadas (ou não) pelas organizações na gestão de ocorrências de violência no trabalho. Na fase seguinte foram aplicados questionários em 9 lares de idosos, com uma amostra de 156 participantes. Os resultados permitiram concluir que nos últimos 12 meses 2/3 dos funcionários inquiridos (n=101) sofreu de algum tipo de violência, quer física quer psicológica. A falta de recursos humanos e consequente elevada carga de trabalho, falta de comunicação horizontal entre funcionários, reacção inapropriada de alguns funcionários aos comportamentos violentos, alguma falta de formação para algumas especificidades da população idosa são identificados como factores que causam e prepetuam comportamentos violentos. As instituições avaliadas apresentam poucas estratégias de prevenção primária e terciária, e algumas de prevenção secundária. Parte desta lacuna de actuação perante os dados avaliados neste estudo, deve-se à subnotificação do fenómeno por parte dos funcionários. Estes, caracterizam os episódios vividos com baixa gravidade e tendem a normalizar o fenómeno.
This study contributes the characterization of the phenomenon of violence at work, analyzing the violence of nursing homes residents against nursing assistants by considering a sample consisting mainly of geriatric assistants. The study was based on a mixed methodology, with interviews with the aim of exploring the issue of violence at work in this type of working environment, as well as the intervention strategies used (or not) by organizations in managing incidents of violence at work. In the next phase questionnaires were applied in 9 nursing homes, with a sample of 156 participants. The results showed that over the last 12 months, 2/3 of employees surveyed (n = 101) experienced some kind of violence, both physical and psychological. The lack of human resources and the consequent high workload, lack of horizontal communication between employees, inappropriate reaction to violent behavior by the employees, a lack of training at some elderly characteristic are identified as factors that can cause violent behavior, as well as perpetuating them. The evaluated institutions have few strategies for primary and tertiary prevention, some secondary prevention strategies were also identified. Part of this previous gap in performance is due to the underreporting phenomenon. The employees evaluating the violence episodes as not serious and tend to normalize the phenomenon.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Engenharia Humana
URIhttp://hdl.handle.net/1822/33374
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
DPS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andreia_Ribeiro_Mestrado_Engenharia_Humana_2014.pdf975,59 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID