Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/32959

TitleEstudo longitudinal sobre vitimação múltipla em mulheres socialmente excluídas : frequência e (des)ajustamento emocional
Other titlesLongitudinal study on multiple victimization in socially excluded women : frequency and psychosocial (dis)adjustment
Author(s)Sá, Liliana Delgado de
Advisor(s)Matos, Marlene
KeywordsVitimação múltipla
Mulheres
Exclusão social
Frequência
Sintomatologia
Multiple victimization
Women
Social exclusion
Frequency
Symptomatology
Issue date2014
Abstract(s)Neste artigo procura-se obter uma comprensão do fenómeno de vitimação múltipla em mulheres que apresentem condição de exclusão social. Em geral, a investigação através de designs transversais negligenciam e dificultam as inferências temporais e as suas causas no que concerne à relação vitimação múltipla-impacto, dado que só contemplam um momento único de avaliação. Assim, este estudo visa, através de uma análise exploratória ao longo de um ano (quatro momentos de avaliação), mapear a prevalência da vitimação múltipla, avaliar o (des)ajustamento psicossocial e eventuais diferenças significativas que possam ocorrer entre os momentos de avaliação, sem negligenciar a condição da interseccionalidade. O estudo incluiu 20 participantes do sexo feminino e assumiu uma natureza quantitativa. Os resultados evidenciaram um número elevado de experiências de vitimação múltipla ao longo da vida. No entanto, não existe um impacto psicológico linear nas participantes, verificando-se na maioria dos casos uma reduzida sintomatologia clínica. Este estudo poderá ajudar nas intervenções com este tipo de vítimas no sentido destas intervenções não se focarem apenas no défice e na sintomatologia mas naquilo que promove o “crescimento”, como os recursos e as competências.
This paper seeks an understanding of the phenomenon of multiple victimization in women with social exclusion condition. Usually, research through cross designs neglects and hinders temporal inferences and their causes regarding the multiple-impact victimization relationship, since only feature a single moment of evaluation. Thus, this study aims, through an exploratory analysis over a year (four evaluation moments), to map the prevalence of multiple victimization, assess the psychosocial (dis)adjustment and eventual differences that may occur between the time points, without neglecting the condition of intersectionality. The study included 20 female participants and tooks a quantitative nature. The results showed a high number of multiple victimization experiences throughout life. However there is no linear psychological impact on participants, verifying in most cases a reduced clinical symptomatology. This study may help in this type of intervention with victims towards these interventions do not focus only on the deficit and symptomatology but in what promotes "growth" as resources and competencies.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia da Justiça)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/32959
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Liliana Delgado de Sá.pdf2,12 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID