Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/32509

TitlePrevalência de alunos de escolas de Braga expostos ao fumo ambiental do tabaco em casa, antes e após a aplicação da lei antitabágica: estudo transversal
Other titlesExposure of students to tobacco smoke at home before and after a new anti-smoking law: a cross-sectional study
Author(s)Precioso, José
Araújo, Ana Carolina
Machado, José Cunha
Samorinha, Catarina
Becoña, Elisardo
Antunes, Henedina
KeywordsPoluição por fumaça de tabaco
Tabagismo
Exposição ambienta
Prevenção e controlo
Tobacco smoke pollution
Smoking
Environmental exposure
Prevention & control
Issue date2014
JournalRevista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
Abstract(s)Objectivos: Esta investigação pretende avaliar o impacto da lei antitabágica Portuguesa – Lei n. o 37/2007, de 14 de agosto – na exposição das crianças ao Fumo Ambiental do Tabaco em casa Tipo de estudo: Realizaram-se três estudos observacionais, transversais e analíticos Local: Escolas do 1. o ciclo de Braga População: Alunos do 4. o ano, do 1. o ciclo das escolas de Braga Métodos: Foram utilizados questionários de autopreenchimento, aplicados em contexto de sala de aula. Na análise de dados foi utilizado o qui-quadrado por se tratar de variáveis de categoria. Utilizou-se a mesma metodologia em momentos diferentes, o primeiro em 2007 (antes da entrada em vigor da lei), o segundo em 2010 e o terceiro em 2011 (ambos após a entrada em vigor da lei). Resultados: Em 2007, a amostra era constituída por 793 alunos do 4. o ano e no segundo e terceiro estudos participaram, respetivamente, 513 e 509 alunos do mesmo ano de escolaridade de escolas de Braga – Portugal. FA prevalência de crianças expostas diária ou ocasionalmente ao FAT, pelo facto de pelo menos um dos conviventes fumar em casa, desceu de 43,2% em 2007 para 19,9% em 2011 (p<0,001). Conclusões: A entrada em vigor da lei antitabágica Portuguesa poderá estar associada a uma diminuição do consumo de tabaco no domicílio
Aims: This study aims to assess the impact of the new Portuguese anti-smoking law of 2007 on the exposure to tobacco smoke at home. Study type: Three observational and cross-sectional studies Setting: Elementary schools in Braga, Portuga Population: 4th grade students in Braga Methods: Self-report questionnaires were distributed in the classrooms. Chi-square tests were used to compare categorical variables. Three observational studies were performed on similar samples at three different times. The first was conducted on 793 students in 2007 before passage of the law. The second was conducted on 513 students in 2010 and the third on 509 students in 2011, after passage of the law. Results: The proportion of children exposed to daily or occasional environmental tobacco smoke by at least one person who smokes at home decreased from 43.2% in 2007 to 19.9% in 2011 (p<0.001). Conclusions: Passage of the Portuguese anti-smoking law may be associated with a reduction in tobacco use in the home.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/32509
ISSN2182-5173
Publisher versionhttp://www.rpmgf.pt/ojs/index.php?journal=rpmgf&page=article&op=view&path%5B%5D=11348
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:ICVS - Artigos em Revistas Internacionais com Referee

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
precioso j_rev port med geral fam 2014.pdf187,16 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID