Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/31338

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorAmorim, Diogo Fernandes Ferreirapor
dc.contributor.authorSilva, Sandra Monteiropor
dc.contributor.authorAlmeida, Manuela Guedes depor
dc.date.accessioned2014-11-26T10:34:03Z-
dc.date.available2014-11-26T10:34:03Z-
dc.date.issued2014-04-
dc.date.submitted2014-11-
dc.identifier.issn2386-8198por
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1822/31338-
dc.description.abstractA qualidade do ar interior tem um papel fundamental na saúde, bem-estar e produtividade dos ocupantes dos edifícios. Assim, aquando da realização de um projeto de reabilitação de um edifício é importante assegurar a qualidade do ar interior e não apenas a sua eficiência energética. O estudo realizado neste trabalho consistiu na definição das estratégias de ventilação necessárias para assegurar a qualidade do ar interior e a eficiência energética de um edifício de serviços localizado no centro histórico de Guimarães aquando da execução do seu projeto de reabilitação. Na primeira fase do estudo foram identificados os principais problemas apresentados pelo edifício no que concerne a qualidade do ar interior e as condições de conforto térmico dos ocupantes. Foram realizadas medições das concentrações de poluentes e das condições de conforto térmico. Adicionalmente foi também avaliada a perceção dos ocupantes do edifício em relação às condições existentes. Os resultados mostraram que, apesar das condições de conforto térmico serem satisfatórias, as concentrações de poluentes excediam os valores máximos regulamentares, em particular as concentrações de dióxido de carbono. Uma vez que a qualidade do ar interior pode ser melhorada com o aumento da taxa de fornecimento de ar novo, foram estudadas diferentes estratégias de ventilação natural para o edifício de modo a assegurar as condições de conforto térmico e a qualidade do ar interior, ao mesmo tempo que as necessidades de aquecimento e arrefecimento eram minimizadas. Através da análise do desempenho do edifício, comprovou-se que a qualidade do ambiente interior do edifício poderia ser melhorada com recurso a estratégias de ventilação natural, em particular com a utilização da ventilação noturna. Os resultados demonstraram que anualmente a utilização deste tipo de estratégias permitiria a renovação de ar necessária à manutenção da qualidade do ar interior, mantendo a temperatura interior em níveis satisfatórios e com baixos consumos de energia.por
dc.language.isoengpor
dc.publisherUniversity of Cantabria. Grupo de Tecnologia de la Edificacionpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectConforto térmicopor
dc.subjectEficiência energética.por
dc.subjectQualidade do ar interiorpor
dc.subjectReabilitaçãopor
dc.subjectVentilação naturalpor
dc.titleDefinição de estratégias de ventilação natural para assegurar a qualidade do ar interior de um edifíciopor
dc.typeconferencePaper-
dc.peerreviewedyespor
dc.commentshttp://ctac.uminho.pt/node/1962por
sdum.publicationstatuspublishedpor
oaire.citationConferenceDate1 - 4 Abrilpor
sdum.event.typeconferencepor
oaire.citationStartPage1231por
oaire.citationEndPage1238por
oaire.citationConferencePlaceSantanderpor
oaire.citationTitleCongresso Latinoamericano sobre Patologia de la Construcción, Tecnología de la Rehabilitación y Gestión del Patrimonio (REHABEND 2014)por
dc.date.updated2014-11-19T16:21:01Z-
sdum.journalREHABENDpor
sdum.conferencePublicationCongresso Latinoamericano sobre Patologia de la Construcción, Tecnología de la Rehabilitación y Gestión del Patrimonio (REHABEND 2014)por
Appears in Collections:C-TAC - Comunicações a Conferências Internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1962-ArtigoRehabend-codigo2.4.03.pdf363,18 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID