Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/31145

TitleMetodologia para adaptação do método de escavação e suporte de um túnel baseado no método observacional
Other titlesMethodology for the adaptation of the excavation and support system of a tunnel based on the observational method
Author(s)Miranda, Tiago F. S.
Dias, D.
Pinheiro, Marisa Mota
Eclaircy-Caudron, S.
Issue date6-Apr-2014
PublisherSociedade Portuguesa de Geotecnia
Abstract(s)O presente artigo aborda uma nova aplicação do método observacional na engenharia de túneis para a adaptação em tempo real do método de escavação e suporte. O método observacional é utilizado há muitos anos, no entanto não existe uma metodologia consistente e estruturada para a incorporação dos dados da monitorização na adaptação do sistema de suporte em tempo real. A metodologia proposta possibilitará a otimização do sistema de suporte e do custo total da obra, tal como um aumento da segurança nos trabalhos de escavação. Primeiramente, são propostos critérios limite para os deslocamentos e tensões no maciço. Durante a fase de projecto são construídos gráficos de suporte de consulta rápida durante a fase de construção para a realização da adaptação referida. Caso não existam gráficos disponíveis para a situação específica em análise, é necessário o recurso a cálculos de retroanálise. A metodologia foi aplicada ao túnel de “Bois de Peu”, composto por dois túneis paralelos com um comprimento superior a 500 m. Este caso de estudo apresentava um elevado nível de incerteza relativa à heterogenidade do solo e consequentemente à definição dos parâmetros geomecânicos. A metodologia foi aplicada em 4 secções embora se apresentem os resultados para apenas duas. Foi possível confirmar o potencial da aplicação da metodologia na adaptação em tempo real do sistema de suporte, assim como a importância de existir um plano de monitorização específico e de qualidade no aperfeiçoamento dos processos de retroanálise.
This paper presents a new application of the observational method in tunneling engineering for real time adaptation of the excavation method and support systems. The observational method has been used for many years, however, a gap exists when referring to a consistent and structured approach for the incorporation of monitoring data in the real time adaptation of the support system. The proposed methodology will enable the optimization of the support system and the total cost of the work, and also an increased safety in excavation works. In a first step limit criteria for displacements and stresses for the soil/rock formation are proposed. The methodology uses graphics that are constructed during the project stage based on parametric calculations to assist in the process and when these graphics are not available, since it is not possible to predict every possible scenario, inverse analysis calculations are carried out. The methodology is applied to the “Bois de Peu” tunnel which is composed by two tubes with over 500 m long. High uncertainty levels existed concerning the heterogeneity of the soil and consequently in the geomechanical design parameters. The methodology was applied in four sections and the results focus on two of them. It is shown that the methodology has potential to be applied in real cases contributing for a consistent approach of a real time adaptation of the support system and highlight the importance of the existence of good quality and specific monitoring data to improve the inverse analysis procedure.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/31145
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:ISISE - Comunicações a Conferências Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo2__Tuneis_ tradução - TM_MP.pdfDocumento principal1,05 MBAdobe PDFView/Open
Resumo alargado_Artigo tuneis_20012014.pdfResumo alargado209,12 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID