Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/30893

TítuloHomens de quem não se fala : as vítimas esquecidas da violência na intimidade
Outro(s) título(s)Men over which no one speaks : the forgotten victims of intimate partner violence
Autor(es)Machado, Andreia
Matos, Marlene
Palavras-chaveHomens
Vítimas
Violência doméstica
Men
Victims
Intimate partner violence
Data2012
EditoraSociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça
RevistaPsiquiatria, Psicologia & Justiça
Resumo(s)Nas últimas décadas, o foco da investigação e da atenção pública na violência na intimidade centrou-se na violência contra as mulheres, negligenciando outros contextos relacionais e outras dimensões, como é o caso da violência contra os homens. No entanto, o estudo desta problemática tem gerado um enorme debate na comunidade científica. Há defensores da perspetiva de que a violência na intimidade não é um problema homogéneo, no qual os homens são apenas perpetradores e as mulheres apenas vítimas. De facto, são já vários os estudos internacionais que reportam que os homens experienciam níveis significativos de agressões físicas e um impacto psicológico significativo causado pela violência de que são alvo. Em Portugal, este fenómeno ainda não mereceu atenção científica e social. Mais investigação sobre as experiências dos homens vítimas é essencial para estimar a extensão e a severidade deste problema e adotar medidas de prevenção e de intervenção que respondam eficazmente às necessidades destas vítimas.
In the last decades, the focus of research and public attention in intimate partner violence (IPV) was on women, neglecting other dimensions and other relational contexts, such as violence against men. However, IPV has been subject of much debate and controversies. Although most report that IPV is perpetrated by men towards women, researchers have increasingly recognized that this experience is not limited to women and that men can also be victims of abuse. Several studies have reported that men experience physical violence and significant psychological symptoms as a result of IPV. In Portugal, this phenomenon has not yet received scientific and social attention. Research into the specific effects of IPV on male victims is, however, in its infancy. Increased understanding of the complex, multifaceted processes and effects of IPV on male victims is vital to the development of services and support systems for this population.
Tipoarticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/30893
ISSN2182-9381
Versão da editorawww.spppj.com/uploads/n_5.pdf
Arbitragem científicayes
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:CIPsi - Artigos (Papers)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Homens de quem não se fala Psiquiatria, Psicologia & Justiça_ 2012.pdf87,11 kBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis