Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/30765

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorGonçalves, Óscar F.por
dc.contributor.authorSampaio, Adrianapor
dc.contributor.authorMesquita, Ana Raquel Marcelinopor
dc.contributor.authorPetrosyan, Agavnipor
dc.contributor.authorPinheiro, Ana P.por
dc.contributor.authorCarvalho, Sandra Conceição Ribeiropor
dc.contributor.authorLeite, António Jorge Costapor
dc.contributor.authorCoutinho, Joanapor
dc.contributor.authorOsório, Ana Alexandra Caldaspor
dc.contributor.authorSilva, Patrícia Oliveirapor
dc.date.accessioned2014-11-06T10:44:05Z-
dc.date.available2014-11-06T10:44:05Z-
dc.date.issued2014-
dc.identifier.issn0870-8231por
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1822/30765-
dc.description.abstractO presente artigo procura ilustrar o modo como os desenvolvimentos das neurociências cognitivas poderão ajudar a compreender alguns dos processos psicológicos básicos e, simultaneamente, ser traduzidos para importantes domínios da psicologia aplicada, particularmente no domínio clínico. Exemplificaremos a partir de algumas linhas de investigação programática em curso nas diferentes subsecções do Laboratório de Neuropsicofisiologia da Escola de Psicologia da Universidade do Minho. As potencialidades metodológicas proporcionadas pela neurofisiologia, neuroimagiologia, neuromodelação, psicofisiologia, neurobioquímica e neurogenética serão exemplificadas nas suas aplicações à linguagem (e suas implicações para a compreensão da esquizofrenia), funcionamento sócio-cognitivo (e implicações para a compreensão das perturbações do neurodesenvolvimento), funcionamento executivo (com implicações para a compreensão das perturbações do espectro obsessivo), empatia (e implicações para a compreensão da psicoterapia), mecanismos de stress (com implicações para a compreensão das perturbações de ansiedade), e, finalmente, comportamento animal (com implicações para o conhecimento dos sistemas sensoriais e perceptuais).por
dc.description.sponsorship(undefined)por
dc.language.isoporpor
dc.publisherInstituto Superior de Psicologia Aplicadapor
dc.relationinfo:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876-PPCDTI/116612/PT-
dc.relationinfo:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876-PPCDTI/116626/PT-
dc.relationinfo:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876-PPCDTI/115316/PT-
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectNeurociênciaspor
dc.subjectProcessos psicológicospor
dc.subjectPsicopatologiapor
dc.subjectNeurodesenvolvimentopor
dc.subjectNeurodevelopmentpor
dc.subjectNeurosciencepor
dc.subjectPsychological processespor
dc.subjectPsychopathologypor
dc.subjectPsychotherapypor
dc.titleA psicologia como neurociência cognitiva : implicações para a compreensão dos processos básicos e suas aplicaçõespor
dc.typearticlepor
dc.peerreviewedyespor
sdum.publicationstatuspublishedpor
oaire.citationStartPage3por
oaire.citationEndPage25por
oaire.citationIssue1por
oaire.citationTitleAnálise Psicológicapor
oaire.citationVolume32por
dc.identifier.doi10.14417/ap.836por
dc.subject.fosCiências Sociais::Psicologiapor
dc.subject.fosCiências Médicas::Ciências da Saúdepor
sdum.journalAnálise Psicológicapor
Appears in Collections:CIPsi - Artigos (Papers)


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID