Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/30465

TitlePressupostos para o desenvolvimento das práticas dos enfermeiros em parceria com os pais
Author(s)Mendes, Maria Goreti
Araújo, Beatriz
Martins, Maria Manuela
KeywordsEnfermagem
Cuidados
Parceria
pais
Issue date2014
PublisherEscola Superior de Enfermagem do Porto (ESEP)
Abstract(s)Introdução Desde a década de 80 que muitos avanços no âmbito da enfermagem pediátrica foram alcançados, contudo, apesar das evidências de que a parceria de cuidados com os pais resulta em ganhos para todos, para as crianças para os profissionais e para as famílias, assistimos ainda hoje a uma realidade que nos desafia a cada dia na busca constante de respostas que fundamentem a ausência de uma parceria efetiva, nos contextos pediátricos. Objetivos Analisar, através de uma abordagem centralizada na opinião dos participantes, os pressupostos para o desenvolvimento das práticas dos enfermeiros em parceria com os pais, em pediatria. Métodos Estudo de natureza qualitativa assente nos referenciais teórico-metodológicos do interacionismo simbólico e da grounded theory. Fizeram parte da amostra 12 enfermeiros da unidade de pediatria de um hospital do norte do país, os quais foram selecionados à medida que se foi procedendo à recolha e análise dos dados. A colheita de dados foi feita através da entrevista semiestruturada. O corpus de dados foi submetido a análise de conteúdo. Resultados e discussão Da análise efetuada e referente ao domínio do envolvimento dos pais, um dos pressupostos que está na base do desenvolvimento das práticas dos enfermeiros em parceria com os mesmos, emergiram as categorias, filosofia de trabalho, acolhimento, informações normativas e continuidade de cuidados. Perspetivado pelos participantes como uma filosofia de trabalho em pediatria, este envolvimento dos pais inicia no momento de admissão da criança, com o acolhimento, estendendo-se até ao momento do regresso a casa, pela necessidade em assegurar a continuidade de cuidados. A importância da transmissão de informações normativas, também reforçada pelos participantes, garante um envolvimento dos pais mais efetivo. Implicações para a prática e conclusões: Face aos achados do estudo é possível equacionar que o envolvimento dos pais nos cuidados, integrado no discurso dos enfermeiros como um dos pressupostos para o desenvolvimento da parceria de cuidados, constituirá o primeiro passo para o caminhar no sentido da mesma. Sendo um aspeto relevante do domínio e responsabilidade dos enfermeiros, esta configuração do cuidar em parceria, aportará para a enfermagem pediátrica, cuidados de maior qualidade.
TypeAbstract
URIhttp://hdl.handle.net/1822/30465
Publisher versionwww.esenf.pt
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:ESE-CIE - Livros de atas / Papers in conference proceedings

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Pressupostos para o desenvolv_ _ _.pdfDocumento principal96,79 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID