Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/30433

TítuloJornalismo desportivo em Portugal : notícia ou especulação?: análise das fontes nos diários "O Jogo", "A Bola" e "Record"
Autor(es)Henriques, Tatiana Raquel Correia
Orientador(es)Lopes, Felisbela
Novais, Rui Alexandre
Data2014
Resumo(s)O jornalismo desportivo é considerado uma editoria menor, o “toy department” do jornalismo, mais relacionado com assuntos de pouca relevância, em que a emoção assume, igualmente, um elevado papel. Aliás, a emoção é tida como a alma do desporto (Barbeiro & Rangel, 2006). A importância cada vez mais significativa do jornalismo desportivo é, por si só, um sintoma do declínio crescente dos padrões jornalísticos, como considera Bob Franklin (1997). Contudo, e apesar da atual crise nas vendas de jornais em Portugal, os diários desportivos continuam a ser dos que mais vendem. Todavia, por vezes, algumas notícias que publicam não se confirmam posteriormente. Assim, este estudo tem como propósito responder às seguintes questões: “O jornalismo desportivo em Portugal é notícia ou especulação? Em caso de notícias especulativas, quais são os temas e as fontes predominantes?”. Para tal, foram analisadas todas as capas dos três diários desportivos em Portugal (A Bola, O Jogo e Record), no ano de 2013, o que resulta num total de 1092 capas. Em cada uma delas, verificou-se a veracidade das manchetes, bem como de todas as notícias presentes na capa. Ao tratar-se de uma manchete ou notícia especulativa, procedeu-se à análise das fontes dos textos correspondentes. Os resultados apontam para um conjunto de 60 manchetes especulativas (5% no total) e 376 notícias não verdadeiras, correspondendo a 115 fontes no primeiro caso e 584 no segundo. A média de fontes por notícia especulativa é reduzida (1,5), o que revela a falta de diversificação na procura de fontes por parte dos jornalistas na construção noticiosa. Quanto aos jornais em análise, o Record foi o que registou o maior número de manchetes especulativas, bem como a média mais baixa de fontes por notícia. Tanto nas manchetes não verdadeiras como nas notícias especulativas, são as transferências o principal tema fruto de especulação pelos jornais desportivos. Já que a produção noticiosa começa, justamente, pelas fontes (Gans, 1979), que são, de resto, “o sangue do jornalista” (Mencher, 1991) é intrigante o facto de muitas das notícias especulativas terem a presença de apenas uma fonte de informação ou até mesmo de nenhuma. Desta forma, mais do que noticiar notícias não verdadeiras, estes mesmos textos jornalísticos não mostram as bases em que a notícia foi construída, ou seja, como é que o jornalista chegou àquela informação que, aliás, se revelou meramente especulativa.
Sports journalism is considered a small journalism genre, the "toy department" of journalism, more related to matters of little relevance in which emotion also plays a large role. Indeed, emotion is considered the soul of sports (Barber & Rangel, 2006). The increasingly significant importance of sports journalism is, in itself, a symptom of the increasing decline of journalistic standards, as regards Bob Franklin (1997). However, despite the current crisis in newspaper sales in Portugal, sports journalism daily press remains at the top-selling. Nevertheless, sometimes there are published stories that end up not being true. Thus, this study aims to answer the following questions: “Sports journalism in Portugal is about news or speculation? In case of speculative news, what are the themes and predominant sources?”. To fulfill this purpose, all covers of the three sports daily titles in Portugal (A Bola, O Jogo e Record) of 2013 were submitted, resulting in a total of 1092 covers. In each, there was identified the veracity of the headlines and news on the cover. For all the verified speculative headlines and news it was proceeded to the analysis of the sources of the correspondent texts. The results point to a set of 60 speculative headlines (5% of total) and 376 speculative news, corresponding to 115 sources in the first case and 584 in the second. The average of news sources in speculative is low (1,5), which shows the lack of diversification in the search for sources from journalists in the news construction. As for newspapers in analysis, the daily Record has showed the highest number of speculative headlines, as well as lower average sources in news. The transfers are the main subject of speculation by sports newspapers, both in the analysis of speculative headlines and speculative news. Since the news production begins precisely by the news sources (Gans, 1979), which are, moreover, "the blood of the journalist" (Mencher, 1991), is intriguing that many speculative stories have the presence of only one source information or even none. Thus, rather than not reporting real news, these same journalistic texts do not show the basis on which the news was constructed, ie, how the journalist reached that information which, incidentally, proved merely speculative.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Ciências da Comunicação
URIhttp://hdl.handle.net/1822/30433
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:CECS - Dissertações de mestrado / Master dissertations
BUM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tatiana Raquel Correia Henriques.pdf2,54 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis