Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/30113

TitleO Parque Arqueológico do Vale do Terva. Um projeto de paisagem cultural
Author(s)Fontes, Luís Fernando Oliveira
Alves, Mafalda Sofia Duarte
KeywordsPaisagem cultural
Parque Arqueológico
Vale do rio Terva, Boticas
Cultural landscape
Archaeological Park
Terva Valley, Boticas
Issue dateJul-2014
PublisherCâmara Municipal de Boticas
Abstract(s)O vale superior do Rio Terva, em Boticas, conserva um notável conjunto de valores patrimoniais arqueológicos, históricos, arquitetónicos, etnográficos e naturais, que testemunham uma longa e complexa evolução da sua ocupação, desde os mais recuados tempos da Pré- História Recente até à atualidade. A paisagem atual revela-se como um verdadeiro palimpsesto, através do qual se tem vindo, com o desenvolvimento das investigações, a vislumbrar as diversas paisagens que se configuraram ao longo do tempo. Foi precisamente em resultado dos primeiros estudos arqueológicos, efetuados pela Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho no âmbito do projeto “Conservação, Estudo, Valorização e Divulgação do complexo Mineiro Antigo do Vale Superior do Rio Terva, Boticas” e procurando garantir uma valorização sustentada e uma gestão integrada do valioso património identificado, que se propôs a criação do Parque Arqueológico do Vale do Terva/PAVT, tendo em vista promover a sua difusão alargada, a criação de serviços, o aumento da oferta cultural de Boticas e a internacionalização da história milenar e da identidade cultural do seu território. O objetivo deste trabalho, para além de traçar uma breve história do projeto e de descrever sumariamente os resultados das investigações em curso, tem o propósito de questionar as possibilidades de desenvolvimento futuro, contrapondo ao ambicionado cenário Vale do Terva Paisagem Cultural o ameaçador cenário de Vale do Terva Paisagem Exploração Mineira.
The upper valley of the Terva River, in Boticas’s county, north of Portugal, conserves a remarkable set of archaeological, historical, architectural, ethnographic and natural heritage values, which attest a long and complex evolution of their occupation, from the earliest times of Recent Prehistory to the present days. The current landscape becomes as a veritable palimpsest, through which it has been, with the development of investigations, to glimpse the various man-made and natural landscapes that are shaped over time. It was precisely as a result of the first archaeological studies, conducted by the Archaeology Unit of the University of Minho under the “Conservation, Study, Enhancement and Diffusion of the Old Mining Complex of Upper Valley of Terva River, Boticas” project and seeking to ensure a sustained recovery and integrated management of valuable assets identified, which proposed the creation of the Archaeological Park of Terva Valley/APTV, in order to promote its extensive diffusion, creating services, the increment of the cultural offer of Boticas and the internationalization of ancient history and cultural identity of its territory. This work, in addition to trace a brief history of the project and to shortly describe the results of ongoing research, intend to question the possibilities for future development, contrasting the striving Terva Valley Cultural Landscape scenario with the threatening Terva Valley open pit Mining Landscape scenario.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/30113
ISBN978-972-97695-7-3
Peer-Reviewedno
AccessOpen access
Appears in Collections:UAUM - Livros de atas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luís Fontes e Mafalda Alves_SIPMAEO 2014.pdf1,53 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID