CECS - Comunicação e Sociedade - Vol. 22 (2012): Tecnologias Criativas : [1] Estatísticas

Logo

Comunicação e Sociedade 22: Tecnologias Criativas

Diretor: Moisés de Lemos Martins

Coordenação do volume: Nelson Zagalo e Pedro Branco

CECS - Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade Lasics, Universidade do Minho, 2012, 232 págs. ISSN 1645-2089

Ver página da revista

Acreditamos que há um novo movimento cultural a ganhar forma. Este movimento está a criar uma “voz” através da qual qualquer um pode expressar e comunicar o que a sua imaginação consegue criar. É uma democratização da inovação e criatividade como nunca antes ocorreu. No centro deste movimento cultural emergente estão as tecnologias digitais que permitem o acesso a ferramentas sofisticadas para a criação de conteúdo rico em media, a partilha de ideias, discussão e distribuição. Desde os primórdios da humanidade que o Homem desenvolve ferramentas de suporte à expressividade: a tinta, objetos para esculpir, ou objetos de produção sonora, por exemplo. Essas e outras tecnologias de suporte à expressividade, que denominados aqui por tecnologias criativas, sempre foram a base para a comunicação humana, para sustentar a auto-realização, para elevar a auto-estima, para aumentar os laços comunitários, e assim criar uma sociedade melhor. Fazendo um salto para os últimos 30 anos, podemos apreciar o desenvolvimento e a convergência de uma série de tecnologias que levou a uma explosão do número de pessoas que cria e expressa-se através de meios digitais, levando à criação de enormes quantidades de conteúdos. Existe tanto conteúdo profissional e amador on-line que podemos aprender quase qualquer coisa apenas pesquisando tutoriais em vídeo, instruções, fóruns de discussão: “alguém tentou; alguém testou; alguém explicou”.

Since the dawn of humanity we have developed creative technologies such as ink, carving tools, or sounding objects that support manifestations of creativity. Creative Technologies (CT) have always been the ground for human expressivity; to sustain self-realization; to raise self-esteem; to increase community bonds; and to create better societies. In the last 30 years the development and convergence of a series of technologies has led to phenomena different from anything Humanity has witnessed before. Online sharing, free, open source, accessible technological tools for creation have all enabled many more people to create and express themselves through digital media, leading to massive amounts of rich media content creation by the curious hobbyist all the way to artists and other professionals. We believe that there is a new cultural movement taking shape. This movement is providing a “voice” through which anyone can express whatever their imagination can create to everyone. At the core of this emerging cultural movement are digital technologies that enable access to sophisticated tools for rich media content creation, interactive content, sharing of ideas, discussion and distribution. Hence, this issue explores several topics: - Democratizing innovation - DIY movement - Technologies and Creative Play - Tools for Authorship and Participation

Percorrer
Ativar alerta na coleção para receber notificações por e-mail de novas entradas RSS Feed RSS Feed RSS Feed
Registos da coleção (ordenados por datas de depósito em ordem descendente): 1-1 de um total de 1
DataTítuloAutor(es)TipoAcesso
Dez-2012Comunicação e sociedade : tecnologias criativas [22, 2012]Universidade do Minho. Instituto de Ciências Sociais. Centro de Estudos de Comunicação e SociedadeotheropenAccess
Registos da coleção (ordenados por datas de depósito em ordem descendente): 1-1 de um total de 1