Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/29477

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMacedo, Ermelinda-
dc.contributor.authorMacedo, João Carlos Gama Martins-
dc.contributor.authorCainé, João-
dc.contributor.authorNovais, Rui Manuel Freitas-
dc.date.accessioned2014-07-01T15:11:37Z-
dc.date.available2014-07-01T15:11:37Z-
dc.date.issued2014-03-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1822/29477-
dc.description.abstractIntrodução: Em contexto escolar a promoção e a educação para a saúde consiste em criar condições às crianças, adolescentes e jovens, para valorizarem e atribuírem significado a conhecimentos, atitudes e valores que os ajudem a fazer opções tomando decisões adequadas à sua saúde. Estudos nacionais e internacionais revelam que os estudantes observam e relatam frequentemente experiências de bullying nas escolas. Tendo em atenção as suas consequências nefastas e a sua prevalência, justifica-se a preocupação dos agentes educativos em percebê-los e minimizá-los. Objetivos: Caracterizar o bullying num grupo de estudantes que frequentam um Agrupamento Vertical de Escolas do Norte de Portugal (AVENP); 2)Avaliar um programa de intervenção baseado no fenómeno do bullying. Metodologia: Recorrendo a uma amostra aleatória e estratificada por anos de escolaridade e através do questionário “Diagnóstico do Bullying na Escola” da Direção Geral da Saúde, foi efetuada uma avaliação diagnóstica (1º momento: n=313) e, posteriormente, implementado um programa de intervenção designado por “Nós e os Outros”, envolvendo toda a comunidade educativa. No final, foi efetuada nova avaliação (2º momento: n=298). Resultados: A dimensão do bullying encontrada é concordante com os resultados da literatura, diminuindo de 14.6% para 10.7% dos estudantes que referem já terem sido vítimas nos últimos dois meses. Relativamente aos bully-provocadores, os resultados evidenciaram diferenças marginais na intensidade do fenómeno, revelando uma diminuição dos comportamentos de agressividade verbal entre os dois momentos (Z= -1.808, p= .071). Conclusões: Considera-se pertinente que este tema conste do programa educativo deste AVENP e, provavelmente, de outros contextos educativos. O bullying tem características mutáveis e a escola tem o papel de o monitorizar, numa perspetiva longitudinal para favorecer a modificação de comportamentos. O programa implementado neste contexto teve implicações na promoção de práticas pedagógicas que fortalecem a saúde mental dos estudantes e, consequentemente, que diminuem os níveis de violência escolar.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherEscola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC)por
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectViolência escolarpor
dc.subjectPrática de prevençãopor
dc.subjectPrática de intervênçãopor
dc.titleUma prática de sensibilização e intervenção na área da violência escolarpor
dc.typeconferenceAbstract-
dc.peerreviewedyespor
sdum.publicationstatuspublishedpor
oaire.citationConferenceDate27 - 28 fev. 2014por
sdum.event.typecongresspor
oaire.citationStartPage48por
oaire.citationEndPage48por
oaire.citationConferencePlaceEscola Superior de Enfermagem de Coimbrapor
oaire.citationTitle1º Congresso Internacional de Literacia em Saúde Mentalpor
oaire.citationTitleReferência : revista de educação e formação em enfermagem-
oaire.citationVolume3ª série, nº 4 (2014) supl.-
sdum.conferencePublication1º Congresso Internacional de Literacia em Saúde Mentalpor
Appears in Collections:ESE-CIE - Livros de atas / Papers in conference proceedings

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Suplemento_nº_11_-_2013.pdfAbstract comunicação 1ºCLSM1,41 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID