Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/2907

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorRamos, Rui Lima-
dc.date.accessioned2005-09-14T12:29:02Z-
dc.date.available2005-09-14T12:29:02Z-
dc.date.issued2001-
dc.identifier.citationABREU, L. M.; MIRANDA, J. R., coord. – “O discurso em análise : actas do Encontro de Estudos Portugueses, 7, Aveiro, 2000”. Aveiro: Universidade de Aveiro, 2001. ISBN 972-789-048-2. p. 137-159.eng
dc.identifier.isbn972-789-048-2-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1822/2907-
dc.description.abstractDesde o início dos anos 70, anunciada já pelas grandes marés negras que afectaram o Ocidente em 1967 e 1969 (respectivamente em Torrey Canyon e Santa Bárbara) e visivelmente presente na crise energética de 1973-74, a questão ambiental vem sendo progressivamente assumida pela opinião pública como fulcro de preocupações e tem gerado mobilizações políticas. Hoje, os problemas ambientais podem interessar não pela novidade que (não) encerram, mas sobretudo por um aspecto em que são efectivamente novos: a dinâmica social que adquiriram. Para tal contribuiu decisivamente a mediatização do ambiente e do discurso ambientalista (integrada, naturalmente, numa mediatização mais global da vida social), intensificando e extensificando as questões da relação do homem com o meio. A imprensa escrita funciona como um dos mecanismos de veiculação destas problemáticas. Entre outras funções/atitudes que assume, - generaliza e “vulgariza” os problemas; - descodifica o discurso técnico e científico e transforma-o em discurso de massas; - intermedeia a relação dos cientistas, ambientalistas e ecologistas com a população em geral; - manipula a opinião pública, pela interpretação subjectiva e intermediação que realiza, determinando comportamentos “politicamente correctos”, de acordo com normas de conduta de determinados grupos sócio-culturais; - condiciona os responsáveis políticos, pela manipulação da opinião pública; - explora o conflito entre o natural e o construído ou entre os valores tipicamente ambientalistas e os avanços técnicos e tecnológicos. Este estudo pretende fazer uma abordagem inicial a esta problemática, reconhecendo algumas das dimensões acima referidas em textos recentes da comunicação social escrita, analisando os seus mecanismos de estruturação e funcionamento linguístico, à luz de pressupostos teóricos e metodológicos da Análise do Discurso.eng
dc.language.isoporeng
dc.rightsopenAccesseng
dc.subjectLinguísticaeng
dc.subjectDiscursoeng
dc.subjectAmbientalismoeng
dc.subjectEcolinguísticaeng
dc.titleDimensões do discurso ambientalista nos media : uma abordagem exploratóriaeng
dc.typeconferencePapereng
dc.peerreviewedyeseng
sdum.pagination137-159eng
sdum.publicationstatuspublishedeng
oaire.citationConferenceDate2000eng
sdum.event.locationAveiro, Portugaleng
sdum.event.title7.º Encontro de Estudos Portugueseseng
sdum.event.typemeetingeng
Appears in Collections:DCILM - Comunicações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ambientalismo-ALAEP-2000.pdftexto de comunicação, publicado em actas91,41 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID