Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/29038

TitleA relação entre o fator de visão do céu e a concentração de PM10 em espaços urbanos. O recurso a medições em pontos da cidade de Braga, Portugal
Author(s)Silva, Lígia Torres
Rodrigues, Daniel Souto
Ramos, Rui A. R.
KeywordsForma Urbana
FVC
PM10
Urban form
SVF
Issue date2013
PublisherUniversidade da Amazónia (UNAMA)
Abstract(s)A qualidade do ar em zonas urbanas tem impactos negativos nas pessoas que utilizam os espaços ao ar livre. Para além das fontes existentes, a qualidade do ar em meio urbano pode ser diretamente relacionada com a configuração dos espaços livres definidos pela configuração das ruas, edificado, altura das construções e os seus atributos. Assim, o papel de urbanistas/ planeadores pode ser crucial para a garantia da qualidade do ar em espaços abertos. Este artigo apresenta as relações fundamentadas entre a morfologia urbana e a qualidade do ar observada no centro de uma cidade. Um conjunto de dados de quatro estações de monitorização na cidade de Braga foi utilizado e agrupado por quantidade de poluentes no ar gerados pelo tráfego rodoviário. Para cada grupo, foi estabelecida a relação entre a configuração dos espaços abertos, utilizando o fator de visão do céu (fvc), e a concentração média existente de pm10. Os resultados mostram o impacto da geometria urbana na dispersão de poluentes, o aumento do fvc conduz à diminuição da concentração de pm10.
Urban air quality can have severe impacts on people who use outdoor spaces within a city. Besides the existing sources, urban air quality can directly be linked to the configuration of the open spaces defined by the configuration of street, building heights and their attributes. Thus, the role of urban planners can be crucial in order to ensure outdoor air quality in open spaces. This paper presents the relations founded between urban morphology and changes in observed air quality within a city center. A dataset from four monitoring stations in the city of braga was collected and clustered by the amount of traffic-generated air pollutants. For each cluster, it was established the relationship between the configuration of the open spaces, using the sky-view factor (svf), and the existing average pm10 concentration. Results show the impact of urban geometry on the outcomes of pollutant dispersion locations.
TypeBook part
URIhttp://hdl.handle.net/1822/29038
ISBN978-85-769-151-7
Publisher versioneditoraunama@unama.br
Peer-Reviewedyes
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:C-TAC - Capítulos/Artigos em Livros Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Urbanização e o Meio Ambiente_UNAMA.2013.pdf
  Restricted access
Capa, índice e capítulo do livro1,41 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID