Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/2889

Title"Porque a morte é certa e a hora incerta..." : alguns aspectos dos preparativos da morte e da salvação eterna entre os camponeses (sécs. XVIII-XIX)
Author(s)Durães, Margarida
KeywordsSociologia
História
Morte
Comportamentos à morte
Issue date2000
JournalCadernos do Noroeste. Série Sociologia. Sociedade e Cultura
Citation"Cadernos do Noroeste. Série Sociologia. Sociedade e Cultura". 13:2 (2000) 295-342.
Abstract(s)Este estudo consagra-se à análise dos comportamentos e atitudes do homem face a morte, ao longo so século XVIII e ínicio do século XIX. Ao contrário dos nossos dias que, "on meurte presque en cachette", outrora a morte era vivida como algo de inevitável, mas da qual ninguém se deveria envergonhar. Por essa razão, todos os comportamentos conduziam à sua proclamação e exposição, tomando o homem nas suas mãos o cuidado de preparar as suas próprias cerimónias fúnebres para fazer da morte a última manifestação social da sua vida.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/2889
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:DH - Artigos em Revistas Nacionais/Papers in National Journals
GHP/CITCEM - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CNSociologia.pdfDocumento principal5,62 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID