Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/27469

TitleSinonímia e processos de implicação : algumas relações entre espaço e tempo no português europeu
Other titlesSynonymy and the implication's processes : on the relationship between space and time in european portuguese
Author(s)Teixeira, José
KeywordsRelação espaço-tempo
Português europeu
Sinonímia
Implicação
Cognição
Space-time
European portuguese
Synonym
Language and cognition
Issue date2013
PublisherUniversidade Estatal de São Petersburgo
CitationTeixeira, José, 2013, "Sinonímia e processos de implicação: algumas relações entre espaço e tempo no Português Europeu" in Актуальные проблемы лузофонии. (Problemas atuais da lusofonia) Serta Lusitânica" –Universidade de S. Petersburgo, pp. 56-77
Abstract(s)A perceção do espaço é uma das perceções mais básicas e estruturadoras de múltiplos modelos mentais que posteriormente o ser humano utiliza para dar forma aos modelos e processos com os quais concetualiza e verbaliza as suas interações com o mundo. Profundamente relacionadas com as perceções sobre o espaço, estão as do tempo, fazendo, as duas, microssistemas frequentemente intercambiáveis e intermutáveis na referenciação linguística dos aspetos que as envolvem, ou seja, dos aspetos relativos às dimensões espácio-temporais. Nas línguas naturais, esta estruturação entre o tempo e o espaço é particularmente significativa em relação à forma como se comportam os nossos mecanismos cognitivos de perceção e simultaneamente à forma como as línguas expressam essas perceções. Assim, em primeiro lugar, procurar-se-á analisar como a língua portuguesa relaciona algumas vertentes referenciadoras das interrelações entre o tempo e o espaço através das oposição atrás-à frente. Depois, para além da análise da especificidade destas relações no Português Europeu e dados   os mecanismos de sinonímia que a referenciação linguística espácio-temporal implica, procurar-se-ão igualmente indícios que provem como os processos de sinonimização nas línguas são bastante mais complexos do que habitualmente se supõe.
The perception of space is one of the most fundamental perceptions that humans use to shape models and processes in order to conceptualize and verbalize their interactions with the world. Deeply related to the perceptions about space are the perceptions about time. In human languages, this relationship between space and time is particularly important because it can show some of the foundational aspects which link perception and language. So, firstly we will analyze how the European Portuguese language conceptualizes time and space referred in the front/back opposition (frente/trás). Then, besides the analysis of the specificity of these relations in European Portuguese, our aim is also to prove that the processes of synonymy in human languages are much more complex than is generally believed.
TypeBook part
URIhttp://hdl.handle.net/1822/27469
ISSN0202-2502
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CEHUM - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EspacTempTEXTO FINALnoLivro.pdf572,63 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID