Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/25875

TítuloRankings das escolas e qualidade das aprendizagens, que relação? : um estudo exploratório no ensino privado
Autor(es)Santos, Sandra Patrícia Moreira dos
Orientador(es)Pacheco, José Augusto
Viana, Isabel Carvalho
Data2011
Resumo(s)Num contexto de procura crescente da qualidade nos sistemas educativos e nas aprendizagens dos alunos, de forma a qualificar cada vez mais as pessoas para o mundo do trabalho, têm vindo a proliferar discursos e reformas políticas e curriculares no sentido de gerar maior eficiência, eficácia e qualidade na educação. Emergem políticas educativas relacionadas com políticas de cariz neoliberal, que buscam a qualidade e transparência da educação, num quasemercado educativo, que se baseia na escolha cada vez maior da escola que poderá oferecer um serviço de qualidade. Os rankings das escolas assumem-se como um fator explícito do quasemercado educativo em Portugal e tendem a ser um instrumento de escolha de escola. Partindo de uma inquietação do investigador, o presente estudo empírico teve como objectivos principais caracterizar e compreender perspectivas dos pais (numa lógica de consumidores do serviço educativo) e das direcções das escolas (numa lógica de prestadores do serviço educativo) sobre os rankings das escolas, sobre o que entendem por uma aprendizagem de qualidade e que relação existe entre rankings e qualidade das aprendizagens. E para melhor compreender se os rankings das escolas refletem a qualidade das aprendizagens dos alunos, na perspectiva dos pais e das direcções das escolas, empreendemos um estudo de cariz essencialmente qualitativo, onde recorremos ao inquérito por questionário, para dar voz aos pais e ao inquérito por entrevista para reunir as opiniões das direcções das escolas. Concluímos que, tanto na perspectiva dos pais como das direcções das escolas, os rankings das escolas acabam por influenciar cada vez mais a procura das escolas, a sua responsabilização na melhoria das aprendizagens dos alunos. Embora ambos entendam que o ato educativo é bastante complexo, para o qual confluem inúmeras variáveis, o indicador ranking por si só não indica a qualidade da aprendizagem dos alunos, não podendo ser estabelecida uma relação direta e causal entre ranking e qualidade da aprendizagem. O conceito de qualidade tem um interesse político, assente em orientações supra e transnacionais; deve estar presente na gestão do currículo, mas acima de tudo tem uma dimensão de reconhecimento do valor da aprendizagem, assente no valor do conhecimento.
In a context of increasing demand on quality trough out all education systems and students’ learning, in order to boost qualifications’ workforce, have been proliferating discourses and political and curricular reforms in order to generate greater efficiency, effectiveness and quality in education. Emergent education policies associated to neoliberal policies, seek the quality and transparency of education, in a quasi-educational market, which is based on the assumption that all parents should choose a school that could offer or provide a quality service. In Portugal, school rankings are assumed as a quasi-market explicit factor and tend to be an instrument used for school choice. Based on a researcher's concern, this empirical study main objectives were to characterize and understand parents perspectives and school boards perspectives about school rankings, as well as comprehend what they understand by the quality of students’ learning and the relation between rankings and quality of students’ learning. And to better understand whether school rankings reflect the quality of students’ learning, from the perspective of parents and school boards, we undertook an essentially qualitative study, using questionnaire survey, in order to show parents’ opinions and interviews in order to gather the school boards’ opinions. We conclude that, from the perspective of parents and school boards, school rankings end up influencing on the lookout for some schools, as well as their responsibility in improving students’ learning. Although both understand that the educational act is quite complex, for which flow numerous variables, school rankings used as an indicator alone does not indicate the quality of students’ learning and can not be established a direct relation between school rankings and quality of students’ learning . The concept of quality has a political interest, based on transnational guidelines on education systems. It´s present in the curriculum management, but, above all, the quality concept recognizes the value of learning, based on the value of knowledge.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Ciências da Educação (área de especialização em Desenvolvimento Curricular)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/25875
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Sandra Patrícia Moreira dos Santos.pdf1,4 MBAdobe PDFVer/Abrir
Anexos_sandrasantos.pdf599,05 kBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis