Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/25863

TitleEducação e democracia : a sociedade civil na resposta a desafios emergentes
Other titlesEducation and democracy : civil society in the response to emerging challenges
Author(s)Barbosa, Manuel Gonçalves
KeywordsEducação
Democracia
Sociedade civil
Education
Democracy
Civil society
Issue date2013
PublisherUniversidad de A Coruña
JournalRevista galego-portuguesa de psicoloxía e educación
Abstract(s)O presente artigo faz uma revisitação ao tema já clássico da relação entre a educação e a democracia partindo da hipótese de trabalho segundo a qual se verifica, nos países mais severamente colonizados pela governamentalidade neoliberal, uma desdemocratização das finalidades da educação e que esse fenómeno é tanto mais funesto quanto compromete a resposta a desafios que hoje assolam a democracia, como é o caso da sua reconstrução como projeto de vida em comum numa era de dissensões étnicas, culturais e religiosas, e, ainda, a questão da sustentabilidade ambiental do seu padrão de vida. O artigo analisa criticamente essa situação e sustenta a necessidade de rearticular mais intensamente a educação com a democracia ao nível das finalidades do ato educativo, não só na escola e nas instituições de ensino, mas também no próprio âmbito da sociedade civil, aí onde ocorre uma grande parte da nossa formação em atitudes, valores e comportamentos. A esta luz, procura-se mostrar que é legítimo esperar da sociedade civil um contributo na formação de cidadãos aptos a corresponderem aos desafios atuais da democracia, seja em termos de interculturalidade, seja em termos de sustentabilidade, e que essa ação ganha pertinência e relevância percorrendo determinados caminhos pedagógicos.
This article is a revisitation to the already classic theme of the relationship between education and democracy based on the hypothesis of work according to which there is, in countries most severely colonized by neoliberal governmentality, a de-democratization of the purposes of education and that this phenomenon is all the more negative as it compromises the answer to challenges that currently are devastating democracy, as it is the case of its reconstruction as a project of living together in an era of ethnic, cultural and religious dissensions, and, yet, the issue of environmental sustainability of their standard of living. The article critically analyzes that situation and argues the need to rearticulate more intensely the education with democracy at the level of the educational purposes, not only at school and in educational institutions, but also within the context of civil society, where it occurs the majority of our formation in attitudes, values and behaviors. In this light, we try to show that it is legitimate to expect a contribution of civil society in the formation of citizens able to meet the current challenges of democracy, in terms of interculturalism, in terms of sustainability, and that this action gains pertinence and relevance covering certain pedagogical paths.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/25863
ISSN1138-1663
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEd - Artigos em revistas científicas internacionais com arbitragem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Art.Rev.Galego-Port.2013.pdf293,22 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID