Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/24822

TitleRelação entre desempenho económico e implementação de ferramentas de melhoria de qualidade na prescrição de fármacos
Author(s)Silva, Joana Isabel Faria Correia da
Advisor(s)Silva, Anabela Martins da
KeywordsNova gestão púlica
Hospital
Stop-orders
Antibióticos
New public management
Antibiotics
Issue date2012
Abstract(s)No presente trabalho discutimos a Nova Gestão Pública (NGP) e as suas implicações na gestão hospitalar. A revisão de literatura mostra que as reformas passadas vivenciadas no sector são orientadas pela abordagem do NGP. Assim, este modelo de gestão, orientado para os resultados, repercute-se na gestão hospitalar pela procura de melhorias na eficiência e na eficácia da utilização dos recursos públicos. O estudo realizado identifica o caso particular de uma medida recentemente adotada pela gestão hospitalar com o propósito de obtenção de melhoria na qualidade da prescrição médica. Referimonos à adoção, no passado junho de 2010, da ferramenta de stop-orders na prescrição de antibióticos a doentes internados no Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia / Espinho, EPE (CHVNG/E). Assim, a questão de partida orientadora do presente estudo procura relacionar as implicações da adoção desta ferramenta, não só com a qualidade da prestação de cuidados associada, como também com a eficiência da utilização dos recursos ao nível dos consumos de antibióticos em quantidade e valor. Como é reconhecido pela literatura em geral, o consumo de fármacos detém um peso significativo nos gastos totais de um hospital 13,33%, no caso do CHVNGE, sendo que o grupo dos antibióticos detém um peso de 6,85% no total dos fármacos (ano 2010). Assim, o estudo foi realizado com uma amostra de 35.680 registos, que caracterizam o consumo de antibióticos de um total de 19.933 episódios de internamentos verificados entre o período junho de 2009 a julho de 2011. Os testes estatísticos aplicados revelaram diferenças estatisticamente significativas entre o consumo de antibióticos no período anterior e posterior à implementação da medida de melhoria da qualidade na prescrição de fármacos, tendo-se verificado uma diminuição estatisticamente significativa para a média dos consumos médios diários, em quantidade e valor, no período após a implementação da ferramenta de stop-orders. Após uma análise mais analítica dos dados, revelaram-se diferenças significativas na média das quantidades médias diárias de 17 antibióticos (que representam, aproximadamente 60% dos consumos de antibióticos no CHVNG/E), no sentido de redução da quantidade média diária consumida no período posterior à implementação das stop-orders. Por último, o estudo revela que, no período posterior à implementação de stop-orders, verificam-se economias significativas nos gastos com os fármacos antibióticos, sendo que, a introdução das stop-orders justifica parcialmente esta ocorrência.
In this paper we discuss the New Public Management (NPM) and its implications in the hospital management. The literature review shows that the former and experienced reforms in the sector are oriented by the approach of the NPM. So, this management model, results-oriented, reflects itself on the hospital management by looking for improvements in the efficiency and effectiveness of the use of public resources. The study made identifies the particular case of a measure recently adopted by the hospital management with the purpose of obtaining improvement in the quality of the medical prescription. We are referring to the last June 2010 adoption of the stop-orders tool in the prescription of antibiotics to patients admitted to the Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, EPE (CHVNG/E). Thus, the starting point for the guidance of this study tries to relate the implications of the adoption of this tool, not only to the quality care, but also to the efficiency use of the resource in terms of consumption of antibiotics in quantity and value. As it is recognised by the literature in general, the consumption of drugs has a significant weight in the total expenditures of a hospital 13,33%, in the case of CHVNGE, being the group of antibiotics the one which holds a weight of 6,85% in the total of the drugs (year 2010). Therefore, the study was conducted with a sample of 35,680 records, featuring the consumption of antibiotics from a total of 19,933 total admissions recorded episodes between the period of June 2009 and July 2011. The statistical applied tests have revealed differences statistically significant between the consumption of antibiotics in the before and after period to the implementation of the improving quality measure in prescription drugs, with a statistically significant decrease to the average of the daily average consumption in quantity and value, in the period after the implementation of the stop-orders tool. After a more analytical analysis of the data, significant differences are revealed in the average of the daily average quantities of 17 antibiotics (which represent approximately 60% of the consumption of antibiotics in the CHVNG/E), with the purpose of reducing the daily average amount consumed in the period after the implementation of the stop-orders. Finally, the study reveals that, in the period after the implementation of the stop-orders, significant savings are noticed in the expenses spent on antibiotic drugs, as the introduction of the stop-orders would partially justify this occurrence.
TypeMaster thesis
DescriptionProjeto de mestrado em Gestão de Unidades de Saúde
URIhttp://hdl.handle.net/1822/24822
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado
EEG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Joana Isabel Faria Correia da Silva.pdf3,47 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID