Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/23705

TitleApreciar os sistemas de informação no desenho curricular do curso de licenciatura em enfermagem numa perspetiva de educação e formação dos estudantes em contexto clínico
Author(s)Macedo, Ana Paula
Petronilho, Fernando
Cainé, João
KeywordsSistemas de Informação
Desenho Curricular
Estudantes em Contexto Clínico
Issue date2012
PublisherEDUCA - Secção Portuguesa da AFIRSE
Abstract(s)Num mundo global atual é crescente a importância atribuída à produção de informação, bem como o seu acesso em tempo útil. Não sendo exceção, no âmbito das decisões em matéria de saúde, quer no domínio da gestão e prática dos cuidados, quer no domínio da investigação, assiste-se em Portugal, nas últimas décadas, a uma mudança substantiva nos Sistemas de Informação em Saúde (SIS) e, em particular, nos Sistemas de Informação em Enfermagem (SIE), ao nível da estrutura, do conteúdo e do suporte. A consciência por parte dos supervisores (professores e enfermeiros) da necessidade de uma apreciação dos SIE no contexto clínico tem possibilitado a utilização de estratégias com bastante interesse em termos de estimulação da reflexão sobre as experiências do cuidar dos estudantes e com enorme potencial em termos de inovação e desenvolvimento curricular. Para além de permitirem o desenvolvimento de ambientes de aprendizagem potencialmente mais participativos, favorecendo uma maior estimulação dos estudantes na utilização do pensamento crítico e tomada de decisão sobre o objeto e o processo da aprendizagem, remetem para os supervisores um papel de importância vital na gestão deste processo e no apoio efetivo ao desenvolvimento individual e colaborativo. Embora no contexto escolar os estudantes trabalhem os SIE, servindo de pretexto para a problematização das práticas, promotores da sua aprendizagem, quando transferidos para o contexto clínico, nem sempre é fácil a conjugação do enriquecimento das experiências de cuidados de Enfermagem com o desenvolvimento da autonomia profissional, deparando-se, muitas vezes, com barreiras à reflexão na ação e sobre a ação. É neste enquadramento que implica, entre outras, a reflexão sobre o impacto da reformulação e implementação dos SIE em Portugal no desenvolvimento da prática profissional dos enfermeiros, concretamente, na educação e formação em enfermagem. Nesta comunicação, apresentaremos a relevância que tem constituído a introdução deste tema no desenho curricular do curso de Licenciatura em Enfermagem da Escola Superior de Enfermagem da Universidade do Minho (ESE-UM) como suporte à tomada de decisão dos estudantes, em contexto clínico. São assim definidos os seguintes objetivos: i) enquadrar a temática dos SIE no desenho curricular do curso ii) proporcionar uma reflexão crítica sobre o contributo dos SIE no desenho curricular do curso, no processo educativo e no contexto da ação.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/23705
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:ESE-CIE - Livros de atas / Papers in conference proceedings

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
afirse.pdfDocumento principal661,24 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID