Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/23672

TitleInvestigar o conhecimento pelos professores da Escola Básica de Rio Tinto nº 2 das ferramentas Web 2.0 e a sua utilização na prática letiva
Author(s)Bragado, Luís Manuel Claro
Advisor(s)Silva, Bento Duarte da
KeywordsEducação
Ferramentas
Web 2.0
Professores
TIC
Education
Tools
Teachers
ICT
Issue date2012
Abstract(s)O avanço e a inovação tecnológica, com destaque para as tecnologias de informação e comunicação, transformaram a World Wide Web fruto dos estudos de Tim Berners-Lee, na sua essência original fornecedora de informação, numa plataforma global, de partilha de informação e de conhecimento, dinâmica e interativa. Esta segunda geração da Web caraterizada pela interação com o utilizador, denominada Web 2.0, oferece aos utilizadores uma multiplicidade de ferramentas e aplicativos online, permitindo a possibilidade de publicar, editar, colaborar e partilhar experiências, informações e conhecimentos de forma fácil e simples. A implementação do Plano Tecnológico da Educação permitiu reforçar, equipar e modernizar as escolas públicas portuguesas do 2º e 3º ciclos do ensino básico e do ensino secundário com meios tecnológicos e o acesso à Internet através de banda larga de alta velocidade. Estando as escolas equipadas com meios tecnológicos e infraestruturas que permitem o acesso rápido à Internet, a utilização de algumas ferramentas da Web 2.0 em contexto educativo são um potencial para o ensino aprendizagem. O presente estudo, teve como objetivo principal averiguar se os professores do 2º e 3º ciclos da escola Básica de Rio Tinto Nº2 (Gondomar) em exercício no ano letivo de 2011-12, conhecem e utilizam algumas das ferramentas Web 2.0 e se as integram e utilizam nas suas práticas letivas. Para a realização do estudo optou-se por uma abordagem metodológica descritiva (quantitativa) e pelo formato de inquérito por questionário (survey), que depois de validado por peritos e de parecer favorável da DGIDC para a sua realização em ambiente escolar, foi distribuído a todos os professores do 2º e 3º ciclos do ensino básico da escola. A taxa de retorno dos questionários validados foi de 91,8%. Os resultados comprovam que a maioria dos professores não conhece a designação de Web 2.0, nem algumas das suas ferramentas que constavam no inquérito como o Podomatic, o Myebook ou o Diigo. Utilizam essencialmente o Youtube, o Facebook, o Google Docs e a plataforma Moodle mas para uso pessoal e só pontualmente algumas destas ferramentas em contexto de sala de aula. No entanto a maioria dos professores acredita no potencial destas ferramentas na promoção das aprendizagens. Os motivos para a fraca implementação das ferramentas Web 2.0 nas práticas letivas são apontados pelos professores no estudo como a falta de formação na área das tecnologias, a falta de tempo para explorar as ferramentas, as infraestruturas da sala de aula, o número insuficiente de computadores para os alunos ou a instabilidade no acesso à internet.
Technological innovation, along with Communication and Information Technologies (ICT), have completely changed the World Wide Web, result of Tim Berners-Lee’s studies, in its original essence of handing information, in a global platform of knowledge and information sharing, interactive and dynamic. This so-called Web 2.0, the second Web generation known for interacting with the user, offers users multiple tools and online applications, allowing them to publish, edit, collaborate in and share experiences, information and knowledge in a fast and easy way. The insertion of the Technologic Education Plan helped to fully modernize and equip Portuguese public middle, junior high and high schools with technologic means and Internet access through high speed broadband connections. Having the needed technological means and infrastructures that allow a quick Internet access, the use of some Web 2.0 tools inside the classroom are an asset for teaching and learning. The current study has the main goal of verifying the knowledge of Escola Básica de Rio Tinto nº2’s teachers (practicing in the years 2011 and 2012) regarding the frequent use of Web 2.0 tools in their classes. We chose a descriptive methodological approach (quantitative) for this study, and a survey that, after it was evaluated by experts and approved by DGIDC to be conducted in a school environment, it was handed to all the teachers of the school. The return rate of the valid surveys was 91.8%. The results prove that the majority of teachers don’t understand the concept of Web 2.0, nor do they know any of its tools that featured in the survey, i.e. Podomatic, Myebook, Diigo. Their tools essentially consisted of Youtube, Facebook, Google Docs and the Moodle platform for personal use, and seldom use for teaching purposes. However, most of the teachers believe in the benefits that these tools might bring if they were put to use in class. The reasons for the lack of knowledge and understanding of the Web 2.0 tools are, according to the teachers, the absence of formation in technology, the lack of time to explore the tools, the poor infrastructures in the classrooms, the shortage of computers for every student or the weak Internet access.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Ciências da Educação (área de especialização em Tecnologia Educativa)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/23672
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
CIEd - Dissertações de Mestrado em Educação / MSc Dissertations in Education

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luís Manuel Claro Bragado.pdf3,68 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID