Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/23363

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSá, Isabel dos Guimarães-
dc.contributor.advisorBessa, Paula-
dc.contributor.authorAguiar, David Emanuel Vieira-
dc.date.accessioned2013-03-11T15:37:12Z-
dc.date.available2013-03-11T15:37:12Z-
dc.date.issued2012-
dc.date.submitted2012-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1822/23363-
dc.descriptionDissertação de mestrado em Património e Turismo Culturalpor
dc.description.abstractEsta dissertação de mestrado tem como objeto de estudo o mecenato de bens móveis do arcebispo de Braga D. Diogo de Sousa. Centraremos a nossa atenção nas doações de vários tipos de bens móveis que este arcebispo fez à Sé de Braga, à sua capela funerária, e na doação de prata a D. João III como auxílio para a compra das Molucas, tudo isto enquanto arcebispo da arquidiocese de Braga, entre 1505 e 1532, ano em que faleceu. Numa primeira parte deste trabalho, analisaremos o estado dos conhecimentos sobre estas doações de D. Diogo de Sousa até ao momento em que em iniciámos a nossa própria investigação sobre esta questão. No entanto, a revisão bibliográfica que fizemos contemplou vários aspetos, visto que o arcebispo desenvolveu importante atividade em vários campos. Cremos que, para se compreenderem as aquisições e mecenato de D. Diogo de Sousa, é necessário tentar conhecer a vida do arcebispo. A historiografia que se debruçou sobre a vida de D. Diogo fala-nos da sua formação académica, das suas estadias em Itália, onde privou com as mais altas figuras da Cúria papal, o que, provavelmente, o inspirou na forma como assumiu o seu papel como arcebispo e também nas transformações que promoveu na catedral e na própria cidade de Braga. Cremos, portanto, que as aquisições e doações de bens móveis por parte do arcebispo de Braga D. Diogo de Sousa devem ser enquadradas no conjunto mais vasto das ações que desenvolveu durante a sua vida. Na primeira parte da dissertação explanaremos também a metodologia de investigação que seguimos, assim como as fontes consultadas, entre as quais se contam as que se revelaram mais relevantes para este estudo, ou seja, o Memorial das obras que D. Diogo de Sousa mandou fazer, os Inventários da Sé de Braga e Cartas trocadas entre o arcebispo e o rei D. João III. Numa segunda parte, trataremos do objetivo primordial e central deste trabalho que foi perceber a importantíssima ação mecenática de D. Diogo de Sousa em benefício da Sé de Braga, em particular, as suas doações à Catedral e, mais tarde, à sua capela funerária, de alfaias litúrgicas, paramentos e livros, que quis que fossem valiosos, e tentaremos compreender as suas funções enquanto peças indispensáveis à liturgia. Como já dissemos quando nos referimos à revisão bibliográfica à qual procedemos, cremos que para se compreenderem as aquisições e mecenato de D. Diogo de Sousa é necessário tentar conhecer a vida do arcebispo, integrando as suas doações no contexto da sua vida e do seu modo de entender as suas responsabilidades enquanto arcebispo e Senhor de Braga; assim, abordaremos brevemente alguns dos seus aspetos biográficos, bem como a historiografia que os refere, lembraremos algumas mudanças e obras na Catedral e na cidade e as relações com os monarcas portugueses, do que é sinal a doação de prata a D. João III para comprar as Molucas. Por outro lado, pretendemos compreender a importância das peças doadas mas também a necessidade de tais oferendas. Daremos atenção ao papel representado por estes objetos litúrgicos nas cerimónias religiosas bem como a sua importância enquanto património enriquecedor da catedral. Olharemos as peças doadas enquanto objetos artísticos, mas também enquanto peças que desempenhavam funções e que, tratandose de peças ricas, certamente, enobreciam o culto religioso. Todo o objeto litúrgico ou paramento tem uma função própria, mas tudo indica que o Arcebispo teve também a intenção de criar um aparato cénico nas celebrações religiosas do seu tempo. Ao ver-se confrontado com um pedido régio de ajuda para a compra das Molucas, D. Diogo de Sousa correspondeu oferecendo 90 peças de prata. A análise das referidas peças, atendendo ao seu propósito, permitiu-nos perceber que se tratava de um conjunto de peças da casa do arcebispo, servindo a sua mesa e, muito provavelmente, acompanhando-a como peças de aparato. Cremos que esta conclusão é uma das novidades deste trabalho de investigação. Tentaremos também comparar tipologias destas peças com as que serviam na mesa do próprio rei.por
dc.description.abstractThis dissertation focuses on donations by the archbishop of Braga, D. Diogo de Sousa (1505-1532). Firstly, I will present the documentary sources I used, the methods followed in my research and a commentary on the historiography on D. Diogo de Sousa. I felt the need to understand D. Diogo de Sousa’s donations to Braga’s cathedral, to his funerary chapel and to the king D. João III within the wider context of his life and multifaceted actions as archbishop and Lord of Braga. Therefore, one chapter is dedicated to D. Diogo’s life and another to the urban changes he promoted, as well as to some of the architectural and artistic works he commanded. I will then tackle the donations of liturgical objects, textiles and books to the cathedral and to his funerary chapel. Finally, I will consider the large donation of silver by the archbishop to the king D. João III. I believe this dissertation is the first research work to conclude that what D. Diogo de Sousa gave to the king was the silver used at his own house, in particular, the silver used at his table. This allows us to compare the types of pieces that D. Diogo used at his table with what was used in royal and courtly circles.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.titleD. Diogo de Sousa e as ofertas de bens móveis à Sé de Bragapor
dc.typemasterThesispor
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
CECS - Dissertações de mestrado / Master dissertations
DH - Dissertações de Mestrado/Master Thesis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
David Emanuel Vieira Aguiar.pdf10,76 MBAdobe PDFView/Open
Anexo I.pdf2,08 MBAdobe PDFView/Open
Anexo II.pdf17,28 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID