Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/22142

TitleSobrecarga em cuidadores informais de dependentes de substâncias : adaptação do Caregiver Reaction Assessment (CRA)
Author(s)Pereira, M. Graça
Soares, António José de Almeida
KeywordsSobrecarga
Cuidador informal
Dependência de sustâncias
Addiction
Burden
Informal caregiver
Issue date2011
PublisherSociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
JournalPsicologia, saúde e doenças
Abstract(s)Os problemas causados pelo abuso e dependência de substâncias assumem-se como um dos mais difíceis de resolver nas sociedades ocidentais. Os cuidadores informais dos Dependentes de Substâncias prestam cuidados que, por vezes, interferem com aspectos da vida pessoal, familiar, laboral e social dos cuidadores, predispondo-os a conflitos. Frequentemente, estas pessoas entram em situações de crise manifestando sintomas como: tensão, constrangimento, fadiga, stress, frustração, redução de convívio, depressão e alteração da auto-estima, entre outros. Esta sobrecarga (burden) ou tensão pode acarretar problemas físicos, psicológicos, emocionais, sociais e financeiros, que acabam por afectar o bem-estar do doente e cuidador. O Caregiver Reaction Assessment (Given, et al., 1992) é um instrumento que avalia aspectos específicos da situação de cuidar, incluindo as dimensões positivas e negativas das reacções dos cuidadores no cuidar de um paciente com uma doença, podendo ser utilizado como medida de sobrecarga. Este artigo apresenta a adaptação do CRA numa amostra de cuidadores de Dependentes de Substâncias. Os resultados mostram uma elevada fidelidade, sendo que três factores explicam 58,76% da variabilidade total. A subescala Auto-Estima apresenta um α=0,95, a subescala Impacto na Vida Familiar do Cuidador um α=0,88 e a subescala Impacto no Quotidiano do Cuidador um α=0,70. Os 24 itens do instrumento apresentam um α=0,95, confirmando as boas qualidades psicométricas e mantendo todos itens originais. Os resultados obtidos com o CRA sugerem uma boa validade de construto, estando negativamente correlacionado com o Suporte Social (IESSS). Com base nos resultados obtidos, pode-se concluir que a escala apresenta boas qualidades psicométricas para ser utilizada numa população de cuidadores de Dependentes de Substâncias., sendo útil como medida de sobrecarga.
Problems caused by drug and alcohol addiction poses are the most difficult to handle in western societies. Caregiving interferes with caregiver’s own personal, family, job and social life, making them more susceptible to interpersonal conflicts. As a result, caregivers often experience feelings of tension, fatigue, uneasiness, stress, frustration, depression, reduced social interactions, changes in self-esteem, among other symptoms. These feelings of burden and stress may convey physical, psychological, emotional, social and financial problems, ultimately affecting the caregiver and patient’s well-being. The Caregiver Reaction Assessment (Given, et al., 1992) is an instrument that assesses specific aspects of caregiving, including positive and negative caregiver reactions, posing as a burden measure. This article presents the adaptation of CRA in a sample of addict’s informal caregivers. The results show that the Portuguese adaptation has good validity, with three factors explaining 58,76% of the observed variance. The Self-Esteem, Impact on Caregiver’s Family Life, Impact on Caregiver’s Health subscales have internal consistency scores of 95, 88 and, 70, respectively. The total 24 items of CRA have an internal consistency score of 95, confirming the good psychometric quality of the instrument. The CRA presents good construct validity, being negatively correlated with Social Support (IESSS). Based on these results, t the scale presents good psychometric qualities meeting the terms for the use on drug and alcohol addict’s informal caregivers as a burden measure.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/22142
ISSN1645-0086
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIPsi - Artigos (Papers)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo CRA.pdfCRA358,36 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID