Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/21496

TitleUtilização da nanotecnologia na preparação de misturas asfálticas com capacidade fotocatalítica
Author(s)Carneiro, Joaquim A. O.
Fernandes, Filipa
Teixeira, Vasco M. P.
Nascimento, José Heriberto Oliveira do
Freitas, Elisabete F.
Pereira, Paulo A. A.
KeywordsNanotecnologia
Misturas asfálticas
Capacidade fotocatalítica
Issue dateOct-2012
PublisherUniversidade do Minho
Abstract(s)Este artigo centra-se especificamente na utilização de nanomateriais (na forma de nanopartículas) para o desenvolvimento de “novas” misturas asfálticas no âmbito da pavimentação rodoviária. Para o efeito, misturas asfálticas convencionais foram modificadas através da utilização de nanopartículas de um semicondutor inorgânico (dióxido de titânio - TiO2) de modo a dotá-las de novas funcionalidades: capacidade fotocatalítica (aptidão para fotodegradar compostos orgânicos) e capacidade autolimpante. Estas propriedades são muito importantes no domínio da segurança rodoviária, já que conjuntamente podem promover uma acção antiderrapante, que permite a diminuição do número de acidentes de viação. Na verdade, um dos principais motivos pelo qual ocorre o fenómeno de derrapagem (especialmente devido às primeiras chuvas de Outono) resulta da presença de água combinada com óleos e gorduras adsorvidos à superfície dos pavimentos rodoviários. As nanopartículas de TiO2 foram estruturalmente caracterizadas por difracção de Raios-X. As misturas asfálticas foram caracterizadas quimicamente por espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier (FTIR). A morfologia das superfícies foi avaliada por microscopia de força atómica (AFM). A capacidade fotocatalítica das misturas asfálticas modificadas foi avaliada através de quantificação do rendimento do processo de fotodegradação de uma solução aquosa de azul-de-metileno (AM) e a função autolimpante (capacidade antiderrapante) foi avaliada indirectamente através da avaliação da molhabilidade da superfície (ângulo de contacto entre uma gota de água e a superfície). Os resultados obtidos demonstram que utilização de nanopartículas de TiO2 (aplicadas na superfície por aspersão de uma solução aquosa) permitiu desenvolver misturas asfálticas com capacidade fotocatalítica, já que o rendimento de fotodegradação foi superior a 50%.
TypeconferencePaper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/21496
Peer-Reviewedno
AccessopenAccess
Appears in Collections:CDF - GRF - Outros Documentos/Other Documents (without refereeing)
C-TAC - Comunicações a Conferências Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
livro de atas seminário GVR.pdf33,22 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis