Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/20982

TítuloArqueologia, povoamento e construção de paisagens serranas: o termo de Lindoso, na Serra Amarela
AutorFontes, Luís Fernando Oliveira
OrientadorDias, Lino Augusto Tavares
Ferreira, Maria da Conceição Falcão
Data13-Jun-2012
ResumoTal como indica o título, “ARQUEOLOGIA, POVOAMENTO E CONSTRUÇÃO DE PAISAGENS SERRANAS. O TERMO DE LINDOSO, NA SERRA AMARELA“, este trabalho inscreve-se na área da Arqueologia da Paisagem e teve como principal objectivo compreender a evolução da paisagem do território da freguesia de Lindoso, na longa duração. Procurámos, especialmente, identificar as características da estrutura territorial e os processos de mudança e/ou de continuidade, valorizando a análise multi-escala, numa perspectiva duplamente sincrónica e diacrónica. Para chegar às expressões polissémicas da paisagem, ensaiámos a interpretação das interrelações entre as comunidades humanas e o meio físico, procurando determinar o peso relativo dos factores culturais e naturais. Complementarmente, procurámos desenvolver metodologias de recolha e análise de dados, na perspectiva da sua validação como suporte de estudo das paisagens culturais. Para a realização destes objectivos, definiram-se procedimentos e adoptaram-se ferramentas metodológicas específicas, com vista à manipulação de um vasto conjunto de dados, de origem diversificada e que exigiram a prática de técnicas e procedimentos diversos, desde a prospecção de campo à análise de fotografia aérea e cartografia temática, ou da escavação arqueológica à consulta de arquivos documentais. A interpretação dos dados permitiu ensaiar uma leitura diacrónica da paisagem e das variações da estrutura territorial, expressa em cartas de povoamento humano nos principais períodos cronológicos identificados: Pré e Proto-História, Romano e Suevo-Visigótico, Idade Média e Época Moderna e Contemporânea Como principais resultados destacam-se: a importância da Arqueologia da Paisagem para o estudo das paisagens culturais; a potencialidade da metodologia arqueológica na abordagem das paisagens, pois estas constituemse como um repositório complexo de sinais, compreensíveis apenas enquanto expressões de cultura; a necessidade de conservar e estudar os recursos patrimoniais, numa perspectiva de valorização das paisagens culturais de montanha
As is shown in the title “ARCHAEOLOGY, SETTLEMENT AND CONSTRUCTION OF MOUNTAINOUS LANDSCAPES. THE LINDOSO TERRITORY, IN SERRA AMARELA”, this work is signed up within Landscape Archaeology area aiming the understanding of the long term landscape evolution of the Lindoso’s territory. We sought especially to identify the characteristics of the territorial structure and the changing and/or continuity processes, highlighting a multiscale analysis in a doubly synchronous and diachronic perspective. To achieve the polysemic expressions of the landscape we rehearse the interpretation of the interrelationships between human communities and the physical environment, seeking to identify the relative weight of cultural and natural factors. In addition we have also tried to develop methodologies for data collecting and analysing, in view of its validation as support for the study of cultural landscapes. To achieve these objectives were procedures were defined and specific methodological tools were adopted for the management of a wide range of data with a diverse origin demanding the practice of different techniques and procedures, from field survey to aerial photography and thematic maps analysis, as well archaeological excavation or consultation of historic archives The interpretation of the data allowed us to rehearse a diachronic reading of the landscape and of the territorial structure changes, shown in maps of the human settlement identified in the main chronological periods: Pre and Proto- History, Roman and Late Antiquity, Middle Age and Modern/Contemporary Ages. As main results of this work can be highlighted the following: the importance of Landscape Archaeology for the study of cultural landscapes; the potential of the archaeological methodology in approaching landscape analysis, as they represent always a complex signals repository, only understandable as cultural expressions; the need to conserve and study the heritage resources looking the enhancement of cultural mountainous landscapes.
TipodoctoralThesis
DescriçãoTese de doutoramento em Arqueologia (área de especialização em Arqueologia da Paisagem e do Povoamento)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/20982
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:BUM - Teses de Doutoramento
UAUM - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TeseLfontes_Vol1.pdfVolume 157,3 MBAdobe PDFVer/Abrir
TeseLFontes_Vol2.pdfVolume 2451,76 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis