Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/20521

TitlePolíticas e mandatos de Acesso Aberto: perceções dos investigadores
Author(s)Príncipe, Pedro
Rodrigues, Eloy
Boavida, Clara Parente
Carvalho, José
Saraiva, Ricardo
KeywordsOpen Access
Repositórios
Literatura Científica
OpenAIREplus
OpenAIRE
MedOANet
Issue dateOct-2012
PublisherAssociação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas (APBAD)
Abstract(s)Nos últimos anos os responsáveis políticos e institucionais da União Europeia têm reforçado o discurso de que o acesso à informação científica é essencial para o crescimento da investigação no espaço europeu. A definição de políticas e iniciativas no âmbito da União Europeia tem sido acompanhada pela realização de vários estudos e inquéritos aos investigadores e outros participantes do processo de publicação e disseminação dos resultados da investigação. Em Portugal, os projetos europeus MedOAnet, OpenAIRE e OpenAIREplus, com participação dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho (SDUM), desenvolvem um plano de ação que ajuda a implementar no terreno as políticas Open Access da Comissão Europeia. É neste contexto que a equipa de projetos Open Access dos SDUM desenvolveu um estudo, junto dos investigadores que em Portugal participam em projetos financiados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, pelo 7º Programa Quadro da Comissão Europeia ou financiados pelo Conselho Europeu de Investigação, para recolher informações sobre a opinião e prática dos investigadores em Portugal relativamente ao acesso aberto à literatura científica. O inquérito por questionário, promovido no âmbito deste estudo nos meses de Junho e Julho de 2012, organizou-se em quatro grupos de questões. O primeiro grupo caracteriza o investigador. O segundo grupo caracteriza os projetos em que o investigador participou ou participa financiados pela FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia e pelo 7º Programa-Quadro da Comissão Europeia. O terceiro grupo de questões identifica o nível de conhecimento, apreciação e atitude sobre o princípio do acesso aberto aos resultados da investigação. O quarto grupo caracteriza as práticas de publicação e de acesso aberto dos investigadores. Os resultados deste estudo, apresentados nesta comunicação, contribuirão para um melhor e mais detalhado conhecimento da opinião e das práticas dos investigadores em Portugal relativamente ao acesso aberto. Esse conhecimento será fundamental para apoiar a definição de recomendações de melhoria do atual sistema de comunicação científica nacional, bem como para identificação e implementação das estratégias e ações mais adequadas para promover o conhecimento e sensibilização dos investigadores e dos gestores das instituições relativamente ao acesso aberto, promovendo a sua concretização em Portugal em sintonia com as políticas europeias.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/20521
Publisher versionhttp://www.bad.pt/publicacoes/index.php/congressosbad/article/view/428
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:SDUM - Comunicações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
428-1298-1-PB.pdf1,04 MBAdobe PDFView/Open
Apres_investigadores_11bad(final).pptx1,83 MBUnknownView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID