Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/20128

TitleAtendimento especializado de crianças sobredotadas com perturbação associada : síndrome de Asperger
Author(s)Cruz, Judite Zamith
KeywordsSobredotação
Asperger
Psicologia
Educação
Pais
Psicoterapia
Issue date2011
PublisherAssociação Nacional para o Estudo e a Intervenção na Sobredotação (ANEIS)
JournalSobredotação
Abstract(s)Em colaboração com terapeutas da fala e professoras, atenderam-se seis crianças com comportamentos de sobredotação, em que se utilizaram técnicas lúdicas para a àrea de domínio/controlo, retomadas quando os mais pequenos demonstraram inadequação social ou inabilidade em certos domínios escolares, dito que possuam uma gama de interesses restritos e, em situações específicas, manifestem vulnerabilidade, agressividade e/ou falha de confiança. Partiu-se da ausência de apropriação de conveniência na linguagem e ação intempestiva, para se adequarem orientações perspetivadas por Joseph Renzull e colaboradores (2003), dadas as potencialidades de interação, em que são conjugados, na resolução de problemas, fatores cognitivos, entre outros, o "otimismo/pessimismo", "coragem/falha de confiança", "paixão por um/vários temas", "sensibilidade humana/técnica", "energia/passividade" e "visão de pormenor/conjunto". Ajudam-se crianças «dificeis» a captarem aspetos circunstanciais das suas vidas, uma opção ética para care ou soliciude (Zamith-Cruz, 2010), dito que nem todos sejamos autónomos em todas as áreas e possamos aprender a dominar-nos. Defende-se que seja a inconsistência entre diagnósticos e a sua correção, inferior a 35% (Attwood et al., 2011, p. 167), o que leve a preferir-se a espressão "Perturbação do espectro do Autismo" (PEA), a Perturbação de Asperger, mas em anos recentes diminuiu a relutância em reconhecer o sobredotado com perturbações associadas, como PEA (Gallagher & Gallagher, 2002). São ainda pouco fiáveis e desconhecidas categorias psicológicas, para sintomas que mudam. Com carácter dimensional, em que "traços/categorias" se mesclam e substituem, para personalidades "difíceis" e estilos de aprender distintos.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/20128
ISSN0875-0106
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEd - Artigos em revistas científicas nacionais com arbitragem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
sobredotação.pdfArtigo12,87 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID