Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/19858

TitleJogos, brincadeiras e interações nos recreios do 1ºCiclo : diferenças entre géneros e idades
Author(s)Pereira, Vânia
Pereira, Beatriz Oliveira
KeywordsRecreio
Atividades lúdicas
Interações
Género
Issue date2012
PublisherUniversidade do Minho. Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC)
Abstract(s)O sentimento que as crianças têm em relação à escola é largamente baseado nas suas experiências durante o tempo de recreio, pois é durante estes momentos que as crianças constroem e realizam os seus jogos, que estabelecem as próprias regras de conduta e onde mantêm as suas relações sociais independentes da sala de aula. (Blatchford, 1998). Atendendo às dinâmicas sociais atuais podemos admitir que para a criança, o recreio é o espaço onde ela exerce a sua liberdade de ação sendo este um importante contexto para o jogo. Este, por sua vez, potencia o desenvolvimento motor, cognitivo e social da criança (Neto, 2008). Este estudo tem como objectivos, perceber quais os jogos e brincadeiras praticados no recreio, pelas crianças dos 6 aos 9 anos, de uma escola do 1º ciclo do ensino básico e identificar com quem brincam as crianças durante esse período. Foi nossa intenção, ainda, verificar as diferenças entre géneros e idades. A amostra é constituída por 33 crianças (18 rapazes e 15 raparigas) de uma escola do 1º Ciclo do concelho de Vila Verde, Braga. Para a recolha de dados foi utilizado um registo diário das atividades realizadas no recreio durante uma semana. Verificou-se que os rapazes realizam com mais frequência durante a semana os jogos de perseguição (52,2%), seguindo-se, os jogos de cartas (13,0%) e os jogos de faz-de-conta (11,0%). Por sua vez, as raparigas, apesar de menor percentagem em relação aos rapazes, também são os jogos de perseguição que elas mais realizam no recreio (29,1%), sucedendo-se os jogos de faz-de-conta (17,4%) e as corridas (14,0%). Quanto às relações entre as crianças nos recreios, podemos afirmar que estas se relacionam com o grupo da turma mais frequentemente aos 6 e 7 anos. As crianças com 8 e 9 anos brincam e jogam com crianças das mesmas idades independentemente do género. As raparigas de 8 e 9 anos interagem, mais frequentemente com as crianças de 6 e 7 anos do que os rapazes da sua idade.
TypeBook part
URIhttp://hdl.handle.net/1822/19858
ISBN978-972-8952-20-4
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEC - Livros e Capítulos de Livros


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID