Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/19607

TítuloTo preserve or not to preserve the natural area? : a valuation study applied to Phu Quoc Island, Vietnam
Autor(es)Su Thi Oanh Hoa
Orientador(es)Pinto, Lígia
Valente, Marieta
Palavras-chaveNature conservation
Tourism development
Travel cost method
Contingent valuation method
Phu Quoc island
Vietnam
Conservação da natureza
Desenvolvimento do turismo
Método do custo de transporte
Método de valoração contingente
Phu Quoc
Data2012
Resumo(s)The study focuses on the common trade-offs between nature conservation and economic development, tourism in particular, in the case of Phu Quoc island, Vietnam; this is a problem poor and developing countries are often faced with due to severe budget constraints. Applying methods of economic valuation to non-market goods, the island environmental values are estimated as the direct use for recreational purposes and the indirect use for improving environmental condition. The field data was collected simultaneously through the administration method of a questionnaire online and on-site to tourists while a different questionnaire was applied through face to face interviews to local residents. The travel cost method reveals that the recreational value is equal to over 63 million dollars per year. The contingent valuation outputs the total annual economic values of nature conservation at nearly 1 million dollars to tourists and also reveals that tourists aren’t willing to pay to improve the environmental program in Phu Quoc island. The result confirms the importance of nature as a recreational asset and explores the possibility for local authorities to apply market-based instruments through an environmental tax or a nature conservation fee to different subjects to promote the development of the area while protecting the natural environment.
Este trabalho estuda o compromisso entre conservação da natureza e desenvolvimento económico, em particular pelo turismo, no caso da ilha de Phu Quoc no Vietname. Este é um problema com que países pobres e em desenvolvimento se deparam frequentemente devido a fortes restrições orçamentais. Aplicando os métodos de valoração económica a bens que estão fora do mercado, os valores ambientais da ilha são estimados a partir do valor de uso directo para fins recreativos e valor de uso indirecto associado à melhoria das condições ambientais. Os dados de campo foram recolhidos simultaneamente através de um questionário pela internet e localmente junto dos turistas, enquanto um questionário diferente foi aplicado através de entrevistas pessoais a residentes locais. O método do custo de transporte revelou que o valor recreativo ascende a mais de 63 milhões de dolares por ano. A valoração contingente calcula um valor económico total anual da conservação da natureza de cerca de 1 milhão de dólares para os turistas e revela que os turistas não estão dipostos a pagar para melhorar o programa ambiental da ilha de Phu Quoc. O resultado confirma a importância da natureza como valor recreativo e explora a possibilidade de as autoridades aplicarem instrumentos baseados no mercado através de um imposto ambiental ou taxa de conservação da natureza a diferentes sujeitos para promover o desenvolvimento da área à medida que vão protegendo o ambiente natural.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Economia e Política do Ambiente
URIhttp://hdl.handle.net/1822/19607
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado
NIMA - Dissertações de Mestrado/Master Theses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Su Thi Oanh Hoa.pdf2,91 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis