Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/1817

TitleTratamento de efluente têxtil através da oxidação por via úmida ativada
Other titlesTextile effluente treatment though oxidation via activated humidity
Author(s)Hassemer, M .E. N.
Amorim, M. T. Pessoa de
Lapolli, F. R.
KeywordsEfluente têxtil
Radiação ultravioleta
Peróxido de hidrogênio
Oxidação
Issue dateSep-2004
PublisherAssociação Brasileira de Tecnologia Têxtil, Confecção e Moda (ABTT)
CitationCONGRESSO NACIONAL DE TÉCNICOS TÊXTEIS, 21, Natal, Brasil, 2004.
Abstract(s)Diversos problemas envolvem as estações de tratamento de efluentes têxteis, principalmente o baixo nível de eficiência quanto a remoção da cor. Em função de normas mais rigorosas que estão sendo estabelecidas, as indústrias têxteis têm que encontrar métodos efetivos para a descoloração de seus efluentes. O presente trabalho investigou através de estudos em laboratório, a remoção de cor destes efluentes através da oxidação por via úmida ativada (Processo de Oxidação Avançada-AOP) utilizando como oxidante o peróxido de hidrogênio, ativado pela radiação ultravioleta. A fotodegradação foi realizada em batelada em um reator equipado com uma lâmpada de vapor de mercúrio de média pressão, de imersão. Três diferentes doses de peróxido de hidrogênio foram testadas (15, 30 e 45 mg/L) em amostras com diferentes pHs (3, 7 e 11). A degradação da cor mostrou seguir uma cinética de pseudo primeira ordem, sendo as condições mais adequadas para o pH alcalino, na presença de 45 mg/L de H2O2.
Several problems are found in the textile effluent treatment stations, mainly the low level of efficiency concerning color removal. As a result of more rigorous standards that have been established the textile industries are forced to find effective methods for discoloration of their effluents. This work concerns a laboratory investigation on the removal of color from these effluents through oxidation by activated wet process, (Advanced Oxidation Process-OAP), using hydrogen peroxide as an oxidizing agent, activated by ultraviolet radiation. Photo-degradation was carried out in a bark in a reactor equipped with an immersion mercury vapor lamp at medium pressure. Three different dosages of hydrogen peroxide were tested (15, 30 and 45 mg/L) using samples with different pHs (3, 7, 11). Color degradation proved to follow a kinetics of pseudo first order, being the most appropriate conditions for an alkaline pH, in the presence of 45 mg/L of H2O2.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/1817
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:DET/2C2T - Comunicações em congressos internacionais com arbitragem científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TIP-E-005.pdf178,51 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID