Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/13734

TítuloConhecer e utilizar a Web 2.0 : um estudo com professores do 2º e 3º ciclos das escolas do concelho de Viana do Castelo
AutorDomingues, Luísa
OrientadorCoutinho, Clara Pereira
Palavras-chaveWeb 2.0
Professores
TIC
Educação
Teachers
ICT
Education
Data2010
ResumoA segunda geração da World Wide Web transformou a Web num verdadeiro espaço para a colaboração, meio de interacção, comunicação global e compartilhamento de informações, construindo aquilo que designamos por inteligência colectiva, indo, por isso, de encontro à visão original idealizada por Tim Berners-Lee. Conceito plural e polissémico, a Web 2.0 oferece ao utilizador uma multiplicidade de aplicativos gratuitos e versáteis potenciadores do desenvolvimento de múltiplas aprendizagens e de experiências colaborativas entre professores e alunos, já que cada um pode publicar, compartilhar e editar as suas experiências e conhecimentos. Por outro lado, o desenvolvimento do Plano Tecnológico da Educação possibilitou o reforço dos recursos tecnológicos existentes nas escolas portuguesas, bem como as condições de acesso a Internet de alta velocidade a todos os estabelecimentos do 2º e 3º ciclos do ensino básico e do ensino secundário. Tendo como pano de fundo esta realidade, teve o presente estudo como principal objectivo averiguar se os professores do 2º e 3º ciclos do ensino básico das escolas do concelho de Viana do Castelo, se aperceberam deste salto qualitativo que constitui a Web 2.0, se conhecem e integram nas suas práticas lectivas as ferramentas da nova Web para além de identificar eventuais constrangimentos à respectiva utilização. Para efeito da realização do estudo empírico, que tomou o formato de um survey descritivo e exploratório, foi concebido e validado um questionário que, após parecer favorável da DGIDC, foi enviado a todos os professores em exercício no ano lectivo 2009-2010 das escolas do 2º e 3 ciclo do concelho de Viana do Castelo. Foram devolvidos um total de 405 questionários devidamente preenchidos e válidos (taxa de retorno de aproximadamente 60%) que foram analisados com base em técnicas de estatística descritiva e relacional. Os resultados comprovam que a maioria dos professores não conhece a designação Web 2.0, nem algumas das suas ferramentas, nomeadamente o Podomatic (para criação de podcasts), o Diigo, o Del.icio.us e o Flickr, embora a esmagadora maioria acredite no seu potencial para a promoção das aprendizagens dos alunos. Ao nível das ferramentas mais utilizadas os professores indicam o Youtube, o Google Sites e a Moodle, embora a sua utilização se reporte essencialmente ao uso pessoal, sendo pouco significativa a sua utilização em contexto de sala de aula. Os motivos que estão na base destas lacunas de conhecimento, são a falta de formação e de infra-estruturas nas salas de aula e escolas, nomeadamente poucos computadores e acesso à Internet pouco eficiente ou nulo.
The second generation of World Wide Web has transformed the Web into an effective space of cooperation, means of interaction, global communication and sharing of information, creating what is called a collective intelligence, as it was originally seen by Tim Berners-Lee. A plural and polysyllabic concept, Web 2.0 offers the user a multiplicity of free and versatile appliances enabling the development of multiple learning and cooperative experiences between teachers and pupils, considering that each one can publish, share and edit their own experiences and knowledge. On the other hand, the development of the Technological Plan for Education made it possible to reinforce the technological resources that existed in Portuguese schools, as well as better the access to high velocity Internet in all basic (lower secondary) and secondary schools. The main objective of this study was to investigate if the teachers of basic schools (lower secondary) in the council of Viana do Castelo were aware of the improvement offered by Web 2.0, if they knew the new tools and if these were used in their practice in the classrooms. The study also aimed at identifying possible constrains to the use of Web 2.0.. This empiric study used a descriptive and exploratory survey methodology A questionnaire was conceived and validated which, after approval by DGIDC, was sent to all teachers who were working at the basic schools (lower secondary) in the council of Viana do Castelo in the school year 2009/2010. There was a return of 405 valid questionnaires (approximately 60%) which were analysed using descriptive and relational techniques. Although a significant number of teachers believe in the potential of Web 2.0 in order to promote students‟ learning, the results prove that most of the teachers are not acquainted with the designation Web2.0, nor with some of its tools such as Podomatic (used to create podcasts), Diigo, Del.icio.us and Flickr. The teachers indicate Youtube, Google and Moodle as being the most used tools by them. However, these are mainly used for personal purposes, the use of them in classroom practice is not very significant. The reasons for this lack of knowledge are related to the absence of professional training and infrastructures in the classrooms and at schools, such as the existence of a reduced number of computers and inefficient or inexistent access to the Internet.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Ciências da Educação (área de especialização em Tecnologia Educativa)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/13734
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado
CIEd - Dissertações de Mestrado em Educação / MSc Dissertations in Education

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Luísa Maria Dias Domingues.pdf4,19 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis