Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/11633

TitleGestão pessoal da carreira : estudo de um modelo de intervenção psicológica com bolseiros de investigação
Other titlesSelf-career management : study of a psychological intervention model with research grant holders
Author(s)Pinto, Joana Carneiro
Advisor(s)Taveira, Maria do Céu
KeywordsGestão pessoal da carreira
Intervenção psicológica
Bolseiros de investigação
Avaliação
Career self-management
Psychological intervention
Research grant holders
Evaluation
Issue date13-Dec-2010
Abstract(s)A gestão pessoal da carreira é um processo contínuo e regular, no qual a exploração vocacional, a definição de objectivos, o delineamento e a implementação de planos de acção, e a monitorização e obtenção de feedback se constituem como tarefas-chave para a resolução de problemas e a tomada de decisões relativas à carreira (Pinto & Taveira, 2010; Taveira, 2009). Tendo em consideração o conjunto de transformações que têm vindo a registar-se no mundo político, económico, e social, e as suas repercussões nas teorias e conceitos de carreira, os modelos de gestão pessoal da carreira tornaram-se indispensáveis no apoio ao desenvolvimento de trajectórias pessoais e profissionais saudáveis. Por conseguinte, o presente trabalho visa apresentar e discutir os resultados da avaliação do programa “Seminário de Gestão Pessoal da Carreira”, na sua versão B, - um modelo de intervenção psicológica especializado, implementado no Serviço de Psicologia, da Escola de Psicologia da Universidade do Minho, junto de estudantes de doutoramento e de bolseiros de investigação científica (GPC-B; Taveira, Araújo, Loureiro, Silva, Faria, & Carneiro Pinto, 2009). Este programa é constituído por sete sessões de intervenção na carreira, com periodicidade semanal, e visa contribuir para o aumento do autoconhecimento, do conhecimento das oportunidades educativas, formativas, e profissionais, em domínios de actividade preferidos, bem como, da capacidade de planeamento e decisão pessoal, através do desenvolvimento e manutenção de uma visão positiva sobre a carreira. Neste sentido, foram realizados três estudos empíricos com carácter quasi-experimental, nos quais participaram um total de 103 indivíduos, de ambos os sexos (71, 68.9% mulheres; 32, 31.1% homens), com idades compreendidas entre os 22 e os 49 anos (M=29.27; DP=5.97), e que se encontravam a desenvolver os seus projectos de doutoramento/investigação na Universidade do Minho, nos anos lectivos de 2007/2008 e 2008/2009. Foi privilegiada a utilização tanto do design de investigação intra-sujeitos, como inter-sujeitos, com recurso a medidas repetidas de avaliação, através da aplicação de um pré-teste e de um pós-teste e, em alguns casos, de um follow-up. A avaliação das expectativas dos participantes face à intervenção foi realizada através do questionário de auto-relato “A minha inscrição no Seminário Gestão Pessoal da Carreira versão B: motivações e receios” (Taveira et al., 2007). A avaliação das reacções cognitivo-motivacionais ao processo de intervenção baseou-se na aplicação da Grelha para a Avaliação das Sessões (Client Reaction System, CRS, Hill, Spiegel, & Tichenor, 1988; GAS, adapt. por Taveira, Oliveira, & Gomes, 2004). Por sua vez, a avaliação dos resultados de intervenção recorreu às medidas de auto-relato Escala de Exploração Vocacional (Career Exploration Survey, CES, Stumpf, Colarelli, & Hartman, 1983; EEV, adapt. por Taveira, 1997) e Inventário de Preocupações de Carreira (Adult Career Concerns Inventory, ACCI, Super, Thompson, & Lindeman, 1988; IPC, adapt. por Duarte, 1997), destinadas a avaliar o processo de exploração vocacional, e o tipo de preocupações de carreira dos participantes, respectivamente. Os resultados obtidos no que concerne a avaliação das expectativas dos participantes sugerem que estes percepcionam o processo de gestão pessoal da carreira de forma análoga ao processo de orientação vocacional tradicional, e apresentam preocupações sobretudo relacionadas com a necessidade de adquirirem estratégias e conhecimentos, que lhes permitam desenvolver uma percepção mais completa e integrada acerca de si próprios, no que concerne as suas aptidões, interesses, e competências, bem como, avaliar, definir e desenvolver objectivos e metas, e respectivos planos de acção, tendo em vista a sua concretização. Os resultados relativos à avaliação das reacções ao processo de intervenção indicam que, na generalidade, os participantes avaliam de forma positiva o modelo de intervenção psicológica levado a cabo, tanto numa fase inicial, como numa fase mais avançada do processo. Das diversas reacções registadas, foram as reacções de tonalidade positiva, especificamente, a compreensão, o apoio, o auto-conceito, a clareza, e a educação, que predominaram ao longo de toda a intervenção. Por sua vez, os resultados obtidos nos diversos estudos evidenciam, de um modo geral, que o Seminário GPC-B é particularmente eficaz a trabalhar as dimensões cognitivas, afectivas e comportamentais associadas ao processo de exploração vocacional dos participantes, assim como, a produzir algumas variações no que concerne o tipo de preocupações de carreira dos bolseiros entre os diversos momentos de avaliação, apesar de estas últimas carecerem, na sua generalidade, de significado do ponto de vista estatístico. Discutem-se criticamente estes resultados, à luz dos modelos teóricos, e da investigação empírica, no âmbito da gestão pessoal da carreira, e da avaliação de programas de intervenção de cariz vocacional, sendo salientadas as limitações de carácter metodológico que lhes estão subjacentes. São retiradas implicações para o desenvolvimento deste modelo de intervenção psicológica, em particular, e para o desenho, implementação, e avaliação de futuras intervenções/investigações no contexto da gestão pessoal da carreira, em geral.
Career self-management refers to a regular and continuous process, in which career exploration, goal setting, design and implementation of action plans, and monitoring and feedback obtaining are considered key-tasks to solve problems and make decisions regarding career (Pinto & Taveira, 2010; Taveira, 2009). Given the set of revolutions that have come to register on a political, economic, and social level, and their impact on the career theories and concepts, career self-management models have become vital in supporting the development of healthy personal and professional trajectories. Therefore, this paper aims to present and discuss the evaluation results of the “Career Self-Management Seminar”, in its version B – a specialized psychological intervention model, implemented in the Psychology Service of the School of Psychology, in the University of Minho, to PhD students and research grant holders (CSMS-B; Taveira, Araújo, Loureiro, Silva, Faria, & Carneiro Pinto, 2009). This program consists of seven weekly educational sessions on career, and aims to contribute to increased self-knowledge, knowledge of educational, training, and professional opportunities, in preferred areas of activity, as well as, the ability of planning and personal decision, by developing and maintaining a positive outlook about career. Three empirical and quasi-experimental studies were developed, in which participated a total of 103 individuals of both sexes (71, 68.9% female, 32, 31.1% men), aged between 22 and 49 years old (M=29.27, SD=5.97), and who were developing their research/doctoral projects at the University of Minho, in the academic years 2007/2008 and 2008/2009. It was used both the intra-subject and inter-subject research design, using repeated measures of evaluation, through the application of a pretest and a posttest, and in some cases, a follow-up. The assessment of participants’ expectations towards the intervention was carried out through a self-report questionnaire “My enrollment in the Career Self-Management Seminar Version B: motivations and concerns” (Taveira et al., 2007). The evaluation of the cognitivemotivational reactions to the intervention process was based on the application of the Client Reaction System, (CRS, Hill, Spiegel, & Tichenor, 1988; GAS, adapt. by Taveira, Oliveira, Gomes &, 2004). In turn, the evaluation of the intervention outcomes resorted to the self-report measures Career Exploration Survey (CES, Stumpf, Colarelli, & Hartman, 1983; EEV, adapt. by Taveira, 1997) and Adult Career Concerns Inventory (ACCI, Super, Thompson, & Lindeman, 1988; IPC, adapt. for Duarte, 1997), designed to evaluate the career exploration process, and the type of career concerns of participants, respectively. Results regarding the evaluation of participants’ expectations suggest that they perceive the career self-management process analogously to the traditional vocational guidance process (orientation), and present concerns mainly related to the need to acquire strategies and skills (education) to enable them to develop a more comprehensive and integrated perception about themselves, regarding their skills, interests, and skills (self-knowledge), as well as, assess, define and develop objectives and targets and related action plans toward its implementation (planning). Results regarding the evaluation of the intervention process indicate that, overall, participants evaluate positively the psychological intervention model carried out, both initially as in a more advanced stage of the process. The reactions reported had a positive tone, specifically, understanding, support, selfconcept, clarity, and education, and prevailed throughout the intervention. Results from several studies also show, that, in general, the CSMS-B is particularly effective in working the cognitive, affective and behavioral factors associated to the career exploration process, as well as, producing some variations regarding the type of career concerns of the research grant holders, among the several evaluation moments, although the latter lacking, in general, statistical significance. These results are critically discussed concerning the theoretical models and empirical research in the context of the career self-management, and the evaluation of career intervention programs, and their methodological limitations are highlighted. Implications are drawn for the development of this psychological intervention model, in particular, and for the design, implementation, and evaluation of future interventions/evaluations in the context of the career self-management, in general.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de doutoramento em Psicologia (ramo de conhecimento em Psicologia Vocacional)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/11633
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
CIPsi - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TD_Joana Cristina Novais Carneiro Pinto.pdf18,11 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID