Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/11198

TitleCaracterísticas psicométricas da versão portuguesa do Family Background Questionnaire (Questionários de Avaliação dos Cuidados Familiares em Adultos e Adolescentes)
Author(s)Monteiro, Ivandro Soares
Maia, Ângela
Mendonça, Liliane
KeywordsCuidados familiares
Caraterísticas psicométricas
Issue date2008
PublisherPsiquilíbrios Edições
CitationNORONHA, Ana Paula [et al.], coord. – “Avaliação psicológica : formas e contextos : actas da Conferência Internacional ..., 13, Braga; Portugal, 2008”. Braga : Psiquilibrios, 2008. ISBN 978-989-95522-6-5.
Abstract(s)São várias as investigações que têm demonstrado o impacto das experiências vividas durante a infância na vida adulta. A história de desenvolvimento vivida no contexto familiar, especialmente quando marcada por experiências negativas, tem-se revelado um importante preditor de psicopatologia. A avaliação desta história de desenvolvimento levanta vários problemas metodológicos. O objectivo do presente estudo foi o de examinar as propriedades psicométricas da versão portuguesa do Questionário de Avaliação dos Cuidados Familiares, com base no Family Background Questionnaire (Melchert, 1991, 1998). Porém, os instrumentos, por norma, centram-se nas vivências das crianças ou nas memórias dos adultos, esquecendo as vivências dos adolescentes. Assim sendo, este instrumento foi trabalhado em Portugal para Adultos e para Adolescentes. O estudo da versão portuguesa do Instrumento de Avaliação dos Cuidados Familiares para adultos foi realizado com 218 participantes estudantes de vários cursos do ensino superior, 101 do sexo feminino (46.30%) e 117 do sexo masculino (53.70%). As idades variam entre os 18 e os 56 anos (M = 20.82 anos, DP = 3.87 anos). A amostra da versão de adolescentes é constituída por 408 alunos de escolas secundárias do norte de Portugal (idade média 17 anos; DP=0,62), variando entre os 15 e os 22 anos, sendo 60% são do sexo feminino. Os itens da versão portuguesa deste instrumento, quer para adultos, quer para adolescentes, organizam-se em 3 questionários: Cuidados Paternos, Cuidados Maternos e Ambiente Familiar. A análise factorial de cada um deles permitiu verificar que nos adultos o Questionário de Cuidados Paternos e o de Cuidados Maternos se distribuem por 4 factores (Aceitação e Responsividade; Abuso Emocional e Abuso Físico; Envolvimento Educacional; e Consumo de Substâncias e Saúde Mental), enquanto nos adolescentes se distribuem por 3 (Aceitação e Responsividade; Abuso Emocional e Abuso Físico; Envolvimento Educacional). Por sua vez o Questionário do Ambiente Familiar distribui-se por 6 factores nos adultos (Coligação parental; Tarefas Domésticas, Controlo parental; Violência doméstica; Stressores Familiares; Partilha Emocional e Funcionamento Social) e 5 nos adolescentes (Coligação Parental, Tarefas Domésticas, Funcionamento Social, Problemas familiares e gestão de conflito, Apoio parental e expressão familiar). Os resultados obtidos evidenciam boa consistência interna de cada uma das escalas (entre .70 e .94). Para além disso os resultados da versão portuguesa quer em adolescentes quer em adultos têm mostrado relacionar-se com índices de humor depressivo na direcção esperada (piores cuidados estão relacionados com maior humor deprimido), o que poderá ser um indicador da sua validade.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/11198
ISBN978-989-95522-6-5
AccessOpen access
Appears in Collections:CIPsi - Livros de atas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
versão portuguesa Family Background Questionnaire.pdfartigo versão portuguesa Family Backgound Questionnaire53,37 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID