Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/10636

TitleA transposição didáctica e o ensino da biologia
Author(s)Carvalho, Graça Simões de
KeywordsEnsino da biologia
Transposição didáctica
Issue date2009
PublisherEscrituras
CitationCALDEIRA, A. M . A. ; ARAUJO, E. S. N. N. , org. – “ Introdução à Didática da Biologia” São Paulo : Escrituras. 2009. ISBN 978-85-7531-328-2. p. 34-57.
Abstract(s)Neste capítulo aborda-se, numa primeira parte, os conceitos e as controvérsias à volta da didáctica e, numa segunda parte, a origem, o desenvolvimento e a aplicação do modelo de transposição didáctica. Assim, no início do capítulo refere-se a divergência quanto à interpretação do termo didáctica entre línguas latinas e a língua inglesa, a preocupação de associar as didácticas às suas disciplinas específicas dos saberes, bem como a confusão entre didáctica e pedagogia e ainda a ânsia da distinção entre estas duas ciências que, embora distintas, trabalham a mesma realidade: a sala de aula. Depois da apresentação de uma colectânea de enunciados de diversos autores, tentando definir didáctica, a primeira parte deste capítulo termina com alguns princípios norteadores de estudos em didáctica. Na segunda parte, refere-se a origem do conceito de transposição didáctica (TD) emergente na área da didáctica da matemática e a sua apropriação pelas didácticas em ciências, em especial pela didáctica da biologia. É dada ênfase à importância das práticas sociais de referência e dos valores (modelo KVP) subjacentes aos conteúdos de ensino na transposição didáctica e apresenta-se, como exemplos, alguns dados obtidos no desenvolvimento do projecto BIOHEAD-CITIZEN que envolveu a comparação da transposição didáctica de conteúdos socialmente controversos de biologia (reprodução, genética, educação para a saúde, educação ambiental, evolução) para manuais escolares de 19 países, dentro e fora da Europa. Esta segunda parte termina com a apresentação do modelo de distância da transposição didáctica (DTD), que se reporta à diferença de tempo entre a data da publicação do trabalho científicos e a sua entrada nos programas escolares e nos manuais, fortemente dependente dos valores e das práticas sociais. Este capítulo termina enfatizando a relevância da utilização destes modelos didácticos como instrumentos valiosos para estudos em didáctica, nomeadamente na didáctica da biologia.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/10636
ISBN978-85-7531-328-2.
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEC - Artigos (Papers)
DCILM - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carvalho_Didactica_Biologia.pdfArtigo263,77 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID