Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/10317

TitleSaberes escolares de botânica nos livros didácticos de Ciências da Natureza dos ensinos primário e básico (1. º ciclo) : análise ao seu estatuto curricular no último século em Portugal
Other titlesSchool knowledge of botany in textbooks of natural sciences in primary school education : analysis of its curricular statute in Portugal in the last century
Author(s)Guimarães, Fernando
KeywordsSaberes escolares
Botânica
Livros didácticos
Ensinos Primário e Básico (1. º Ciclo)
School knowledge
Botany
Textbooks
Primary school
Issue dateDec-2008
PublisherCentro Universitário Moura Lacerda. Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE)
JournalPlures-Humanidades
Citation“Plures-Humanidades”. ISSN 1518-126X. 9:10 (Jul./Dez. 2008) 27-45.
Abstract(s)Os livros didácticos têm para a escola uma importância na conformação das formas e dos conteúdos do conhecimento pedagógico. Articulando aspectos relativos à sequência e ao ritmo da transmissão de conhecimentos possuem importantes objectivos pedagógicos e didácticos concretizados através das actividades que propõem e dos modos de avaliar as aquisições realizadas. O presente estudo analisa a importância que tem sido conferida à área de Botânica nos livros de Ciências dos Ensinos Primário e Básico (1.º Ciclo) no século XX em Portugal. Na tentativa de perceber de que forma ocorreu uma evolução na abordagem de conteúdos de Botânica, apreciamos livros didácticos baseados em onze princípios. Esta apreciação, assente na análise de conteúdo e na análise de clusters, contribui para confrontar os livros didácticos quanto aos conteúdos que incluem, as orientações curriculares, pedagógicas e didácticas que traduzem, assim como os valores educativos e científicos que sugerem. Os resultados mostram que a par da variação da terminologia dos livros didácticos, surgem a descomplexificação, as relações de semelhança, especificidade entre os livros didácticos e a conservação dos conteúdos de Botânica.
Textbooks are of great importance to school and teaching especially in the conformation of forms and contents of pedagogical knowledge. Combining dimensions related to sequence and rhythm of knowledge transmission, textbooks present significant pedagogical and didactical aims achieved by the inclusion of activities and forms of assessing acquisitions made by students. This research has as main aim to understand the place that Botany has been given in textbooks of Natural Sciences in primary school textbooks in the last century in Portugal. In an attempt of interpreting the shifts in Botany content approach, one has studied textbooks according to eleven principles. This study, supported by content analysis and cluster analysis, is intended to promote the confrontation of textbooks in what contents, pedagogical and didactical orientations as well as educational and scientific values suggested. Data analysis shows that changes in terminology in Natural Sciences textbooks have occurred. Apart from this, descomplexification, similarities relations, specificities among textbooks and the preservation of contents of Botany are to be referred.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/10317
ISSN1518-126X
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:DCILM - Artigos (Papers)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
plures10-Brasil.pdfDocumento principal560,13 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID