Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/10266

TítuloA relação entre o capital social e o desenvolvimento local : o caso das comunidades rurais de baixo rendimento em Pernambuco, Brasil
Autor(es)Soares, Ana Paula Amazonas
Orientador(es)Botelho, Anabela
Data21-Dez-2009
Resumo(s)O capital social é actualmente entendido como um factor importante de desenvolvimento económico. Esta relação entre capital social e desenvolvimento económico tem sido feita na literatura sobretudo a um nível conceptual, debruçando-se esta mormente sobre a definição de capital social, as origens do mesmo e a forma como opera enquanto factor de desenvolvimento. Assim, apesar dos desenvolvimentos teóricos registados ao longo da última década na literatura sobre esta matéria, o estabelecimento da relação empírica entre capital social e desenvolvimento económico ainda hoje se defronta com várias dificuldades metodológicas. De entre estas encontra-se, desde logo, a ausência de consenso sobre um significado preciso e operacional de capital social. Uma segunda dificuldade, decorrente desta, consiste na impossibilidade registada até à data de construção de uma medida única de capital social e na ausência de consenso sobre como introduzir tal medida em modelos económicos formais. Estas dificuldades, que permeiam os estudos empíricos sobre capital social realizados em países desenvolvidos, são ainda mais acentuadas em estudos focalizados sobre países pobres ou em desenvolvimento em que a informação necessária para os realizar é ainda mais escassa. O presente estudo contribui para a literatura empírica sobre capital social recolhendo informação em comunidades rurais de baixo rendimento em Pernambuco (Brasil) e testando, no contexto de modelos econométricos formais, a natureza da relação entre medidas empíricas de capital social, construídas com base na literatura teórica e na informação recolhida, e o rendimento das famílias que dessas comunidades fazem parte. Os resultados empíricos obtidos neste estudo apontam para a existência de uma relação de causalidade unívoca entre capital social e desenvolvimento, bem como de efeitos significativos por parte de algumas das medidas de capital social sugeridas. Um segundo contributo do presente trabalho para a literatura empírica sobre capital social consubstanciase na aplicação da metodologia experimental para a recolha de dados relevantes nestas comunidades. Ainda que existam já variadas experiências realizadas em países pobres ou em desenvolvimento e documentadas na literatura de economia experimental, são ainda escassas as experiências realizadas com o objectivo específico de responder a questões directamente relacionadas com o desenvolvimento dos países ou comunidades em que são realizadas. De facto, as experiências documentadas na literatura que medem características como altruísmo, confiança e reciprocidade (características tidas como importantes medidas de capital social) debruçam a análise quase que exclusivamente sobre as razões de tais comportamentos, negligenciado totalmente a questão do efeito desses comportamentos sobre resultados económicos. Esta é, no entanto, a questão relevante no âmbito da literatura sobre capital social e é, por conseguinte, a questão sobre a qual se debruça a análise realizada no estudo experimental conduzido no presente trabalho. Os resultados empíricos obtidos neste estudo experimental, ainda que baseados em amostras de pequena dimensão, apontam para a existência de uma correlação positiva entre os níveis de capital social existentes numa comunidade, tal como medido por níveis de altruísmo, confiança e reciprocidade por parte dos seus membros, e o nível de rendimento comunitário.
Social capital is currently considered an important element of economic development. This relationship between social capital and economic development has appeared in the literature primarily on a conceptual level, particularly concerning the definition of social capital, its origins and how its operates as a factor of economic development. Thus, despite the theoretical developments in the literature which have been registered during the last decade concerning this topic, the pursuit to establish the empirical relationship between social capital and economic development is still met with quite a few methodological difficulties. Among them, the lack of consensus about the precise and operational meaning of social capital is immediately apparent. A second difficulty, in consequence of the previous, consists in the deficiency to built a common measure of social capital and its introduction on formally economic models. Such difficulties, which are present in empirical studies about social capital carried out in developed countries, are even more pronounced in studies focused on countries which are either poor or still developing because the information needed to carry out the study is scarce. The present study contributes to the empirical literature about social capital by gathering information from low-income rural communities in Pernambuco (Brazil) and testing, in the context of formal econometric models, the nature of the relationship between empirical measures of social capital, based on the theoretical literature and gathered information, and the income of the families who make up the communities investigated in this study. The empirical results obtained in this study indicate the existence of a univocal causality relation between social capital and development, as well as the desired effects of some suggested social capital measures. The second contribution of this study to the empirical literature about social capital consists in the application of an experimental methodology to gather relevant information in such communities. Although varied experiments have already been carried out in poor or still-developing countries and well-documented in the literature of experimental economics, the experiments carried out with the specific objective of answering questions directly related to the development of the countries or communities where such studies were executed is scarce. In fact, the experiences presented in the literature which measure characteristics such as altruism, trust and reciprocity (characteristics considered to be important measures of social capital) analyze, quite exclusively, the reasons by which communities act, and totally neglect the effects such behavior causes on economic outcomes. This is, however, the main question in the literature of social capital and, therefore, is the objective of the experimental analysis conducted in the present study. The empirical results obtained in this experimental study, although based on small samples, indicate the existence of a positive relationship between levels of social capital in a community, as measured by altruism, trust and reciprocity on the part of its members, and the average revenue of the community.
TipodoctoralThesis
DescriçãoTese de doutoramento em Economia (área de conhecimento em Desenvolvimento Económico)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/10266
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:BUM - Teses de Doutoramento
NIMA - Teses de Doutoramento/Phd Theses
GAI - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese.pdf6,05 MBAdobe PDFVer/Abrir

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis